AnaMaria
Famosos / TV

“Espero que tenhamos aprendido a pensar melhor para votar”, diz Antonio Fagundes

Antônio Fagundes fala sobre política durante participação no ‘Faustão na Band”

Da Redação Publicado em 15/02/2022, às 10h47

Antonio Fagundes foi um dos convidados do 'Faustão na Band'. - Band
Antonio Fagundes foi um dos convidados do 'Faustão na Band'. - Band

Antonio Fagundes afirmou, durante participação no "Faustão na Band" da última segunda-feira (14), que espera ver os brasileiros tomando uma melhor decisão na hora de votar.

Sem citar especificamente o nome de nenhum político, o ator afirmou que "para alguma coisa os erros devem servir". Também disse: "Eu espero que a gente tenha aprendido a pensar melhor na hora de votar, é uma coisa bastante importante."

Esposa do ator, a atriz Alexandra Martins completou o raciocínio, dizendo que o voto é secreto e importante para o futuro do país. "O que a gente tem é a força do voto e cada vez mais devemos pensar na sociedade. O voto é secreto e depende só da gente. É importante o que a gente quer para o futuro, temos que aprender com nossos erros", disse.

Faustão também deu a sua opinião sobre o assunto. "O cara que promete emprego pelo seu voto, a primeira coisa ao ser eleitor é vender por você. Não seja babaca. Urna não é penico para depois reclamar."

NOVA CASA

Um dos programas mais aguardados da televisão brasileira em 2022, o 'Faustão na Band' estreou em 17 de janeiro como uma das maiores apostas da emissora. Depois de sete meses longe das telinhas, Faustão voltou para uma uma nova atração, desta vez diária e com algumas novidades, que acabaram com a ansiedade do público e fizeram o programa alcançar a vice-liderança na audiência do horário.

A convite da Band, AnaMaria Digitalacompanhou a gravação do programa antes mesmo da estreia e pode afirmar: Fausto Silva é uma potência. Bastou o telão se abrir e o apresentador entrar no palco para notar que seu talento e carisma são contagiantes e emocionantes. Por mais que o programa seja gravado, o veterano provou que seu famoso bordão "quem sabe faz ao vivo" se tornou um reflexo dos seus mais de 30 anos de experiência na Globo.

Isso porque a gravação de cerca de duas horas ocorreu, praticamente, sem intercorrências, pausas e cortes. Os únicos foram para agradecer e dedicar o trabalho ao público e para corrigir um "reclames do plimplim", que saiu sem querer, e foi corrigido para "reclames da Band". Deve ser força do hábito, claro. Fora isso, o comunicador chamou um intervalo comercial e logo em seguida ordenou: "Vamos seguir", sem dar descanso aos convidados e à produção. Aos 70 anos, Faustão dá um show no quesito apresentação.