AnaMaria
Famosos / Cena

Evelyn Montesano relembra cena com tinta em 'Salve-se Quem Puder': ''Meia hora de banho''

A atriz, que viveu a babá Zuleika, também fala sobre a importância de uma trama leve nos tempos atuais

Da Redação Publicado em 19/05/2021, às 13h51 - Atualizado às 14h01

Evelyn Montesano como babá Zuleika - Globo
Evelyn Montesano como babá Zuleika - Globo

EvelynMontesano, atriz que deu vida à personagem babá Zuleika em 'Salve-se Quem Puder' (TV Globo), conta, em conversa com AnaMaria Digital, como foi fazer a cômica cena com tinta na trama, que interpretou ao lado dos pestinhas Queen e Mosquito. No bate-papo, ela também diz que precisou de um longo banho para tirar a sujeira após a gravação. 

“Gostei muito de trabalhar com crianças na novela, o clima dos bastidores fica muito leve e AlicePalmar (Queen) e YgorMarçal (Mosquito) são muito talentosos! Foi divertido fazer e não ligo por ter ficado toda suja de tinta", diz a artista, que revela ter ficado mais de 30 minutos no banho. 

Evelyn ainda ressalta a importância de se manter uma trama leve nos tempos atuais. "Em um momento como este, em que estamos vivendo tantas perdas, ter uma comédia de volta ao ar, e com crianças, é muito bacana! A ficção ajuda amenizar o que temos visto na vida real", analisa. 

Além disso, a atriz traz uma reflexão sobre as notícias de violência contra as crianças e deixa um alerta aos pais. "Esses casos vêm aumentando consideravelmente. Hoje, na casa de algumas famílias, são as babás que ficam com as crianças a maior parte do tempo, para que os pais possam trabalhar. Então eu acho muito importante que essa relação entre os pais e as babás seja de extrema confiança e de muito diálogo", diz.

"É fundamental que elas observem qualquer mudança física, como o surgimento de hematomas no corpo da criança ou alteração no comportamento, e comunique imediatamente aos pais. Também é de extrema importância que eles estejam abertos para ouvir o que a profissional tem a dizer, e serem proativos na hora de tomar alguma atitude - no sentido de coibir abusos ou até de fazer com que o agressor seja punido dentro da lei. Acredito que, quando algo está errado, os pequenos emitem sinais, e é preciso ter um olhar atento para protegê-los antes que seja tarde demais”, conclui. 


Evelyn ao lado de Alice Palmar - Foto: Marcello Mesquita