AnaMaria
Famosos / Golpe

Filha de Belo é presa sob suspeita de integrar quadrilha de golpes eletrônicos

Isadora Alckmin, de 21 anos, responderá por organização criminosa

Da Redação Publicado em 12/11/2020, às 08h57 - Atualizado às 08h58

Isadora Alckmin foi presa suspeita de integrar quadrilha de golpistas - Instagram/@isadoraalckmin
Isadora Alckmin foi presa suspeita de integrar quadrilha de golpistas - Instagram/@isadoraalckmin

Isadora Alckmin Vieira, filha mais nova do cantor Belo, foi presa na manhã desta quinta-feira (12), no Rio de Janeiro (RJ), acusada de integrar uma quadrilha que fatura com golpes eletrônicos.

A estudante de odontologia foi detida com outras 11 mulheres pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD). A quadrilha é suspeita de agir em conjunto com a maior facção criminosa do Rio.

Belo conversou com o jornal 'O Globo', e falou que não sabia da relação da filha de 21 anos com o crime.

"Eu não sabia de absolutamente nada, falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal. Dei sempre todo suporte como pai, pensão, faculdade, educação e amor. Me sinto muito triste e quero ser respeitado nesse momento", disse o cantor.

As mulheres induziam as vítimas dos golpes a repassarem seus dados bancários e entregarem cartões a motoboys, que na realidade eram outros integrantes da quadrilha.

Uma denúncia permitiu que a polícia encontrasse a "central" dos golpes na Barra da Tijuca, localizada na Zona Oeste do estado. A jovem responderá pelo crime de organização criminosa.