AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Filhos de Milton Gonçalves se despedem em velório: “Foi um grande pai e um grande homem”

O velório de Milton Gonçalves ocorreu, nesta terça-feira (31), no Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Da Redação Publicado em 31/05/2022, às 17h03

Milton Gonçalves faleceu por complicações de um AVC - Divulgação/TV Globo
Milton Gonçalves faleceu por complicações de um AVC - Divulgação/TV Globo

Maurício Gonçalves, filho de Milton Gonçalves, contou como foi a criação recebida pelo pai. O artista faleceu na última segunda-feira (30), devido a complicações de um AVC.

“Foi um grande pai, um grande homem. Aliás, o pai, aquele intramuros, foi muito maior. Ele levou o sarrafo lá em cima. É uma coisa inacreditável”, disse em entrevista ao ‘Encontro’, durante o velório, nesta terça-feira (31).

Maurício ainda comentou que Milton era um pai muito dedicado e fazia de tudo pelos filhos: “Eu não sou com meu filho um terço do que ele foi comigo e com as minhas irmãs. Um pai maluco, que fazia tudo. [Dizia] 'Olha, você vai fazer faculdade, você vai fazer aquilo. Você não tem? A gente se vira pra conseguir’”.

Alda Gonçalves, uma das filhas do ator, deu detalhes da despedida ao Splash, revelando que foi seguida de uma cerimônia ecumênica e cremação. Além disso, aproveitou para agradecer ao público pelo carinho recebido.

"Agradecemos ao público que gostava dele o carinho e a força positiva que todo mundo teve com a gente. Que todo mundo tenha a certeza de que ele foi em paz, com muita tranquilidade, ao lado da família. Foi encontrar minha mãe e fazer muita arte lá em cima", finalizou.

CAUSA DA MORTE

Milton Gonçalves morreu nesta segunda-feira (30), aos 88 anos, no Rio de Janeiro (RJ). Ao G1, a família contou que tudo aconteceu por volta da hora do almoço, 12h30, e que ele ainda estava enfrentando problemas de saúde que vieram como consequência de um AVC, sofrido em 2020, que o deixou internado por três meses.

O AVC de Milton ocorreu em fevereiro daquele ano, enquanto participava de um evento da Salgueiro, escola de samba no Rio, e sentiu um mal estar. Desde então, ele seguia em tratamento com fisioterapia e fonoaudiologia para se recuperar. Especialmente porque, no período em que passou no hospital, Milton foi submetido a uma traqueostomia- procedimento na traqueia que ajuda na ventilação e respiração do paciente. Por esse motivo estava com as cordas vocais debilitadas.

“[A voz dele] está bem baixinha", contou a filha do ator, Carina Gonçalves, para a colunista Patrícia Kogut, do portal ‘O Globo’, no início do ano. “Agora ele está bem, em casa, tranquilo. É uma recuperação chatinha por causa da idade. Ele não tem andado, só na cadeira de rodas, porque também ficou com sequela na perna esquerda. Mas a gente passeia bastante com ele de carro, leva para ver a praia", completou na ocasião.

LEGADO

Milton Gonçalves nasceu em 9 de dezembro de 1933, em Minas Gerais. O ator teve uma carreira de mais de 58 anos na TV Globo, onde atuou em mais de 40 novelas, programas humorísticos e minisséries de sucesso, inclusive as primeiras versões de Irmãos Coragem (1970); A Grande Família (1972); e Escrava Isaura (1976).

O último papel de destaque do ator foi na novela ‘O Tempo Não Para’ em 2018. Após esse trabalho, Milton participou das séries ‘Se Eu Fechar os Olhos’ em 2019 e ‘Filhas de Eva’ em 2021.

Ele foi o primeiro brasileiro a apresentar um prêmio no Emmy internacional. Na cerimônia de 2006, esteve ao lado da atriz americana Susan Sarandon para anunciar o vencedor de Melhor Programa Infanto-juvenil.

HOMENAGENS

A notícia de que Milton Gonçalves morreu por problemas de saúde resultantes do AVC foi confirmada, nesta segunda-feira (30). Desde então, fãs e famosos se pronunciaram sobre esta grande perda da televisão brasileira.

O ator e diretor Lázaro Ramos foi um deles. Por meio de seu Instagram, o astro agradeceu a contribuição de Milton para a atuação.

“Me sinto honrado por termos nos encontrado tantas vezes no trabalho. Obrigado por ser inspiração e pelo seu pioneirismo. Receba meu mais caloroso aplauso, seu Milton Gonçalves”, escreveu.

No Twitter, foi a vez de Ingrid Guimarães prestar homenagem ao ator de “A Grande Família (1972)” e “Escrava Isaura (1976)”.

“Um mestre em sua arte e trajetória. A cultura desse país sente sua partida, Milton Gonçalves. Descanse”, disse.

{# Taboola Newsroom #}