AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Gretchen relata agressão verbal por vizinhos: "Isso é violência psicológica"

Gretchen desabafou nas suas redes sociais sobre ter sofrido violência psicológica de seus vinhos

Da Redação Publicado em 13/07/2022, às 11h45

Gretchen desabafa sobre violência psicológica por vizinhos. - Instagram/@mariagretchen
Gretchen desabafa sobre violência psicológica por vizinhos. - Instagram/@mariagretchen

Gretchen usou seu perfil do Instagram para desabafar sobre ter sofrido violência psicológica de seus vizinhos em Belém, no Pará.

A cantora relatou que levou gritos e falou que iria processar os vizinhos se eles continuassem a estacionar os carros na porta de sua residência. Ela também afirmou que foi alvo de diversas ofensas: "Isso é violência psicológica".

A musa mora do lado de uma oficina mecânica que está lá há vários anos: “Eu já tentei de tudo, pela amizade, pela conversa, e não está dando certo. Vou colocar as imagens da cara de pau deles se continuarem atendendo as pessoas na porta da minha garagem”.

Ainda em seus stories, ela afirmou que as pessoas vão aprender a respeitar as leis e aprender a respeita-la. “Eu não vou mudar de casa, porque não vou me mudar. Não quero que ninguém pare de trabalhar, mas eu quero ter a liberdade de ir e vir a hora que quiser. Sem esperar um carro ser atendido”, disse.

Marcando o perfil do Instagram da Prefeitura de Belém, Gretchen acrescentou: "A partir de agora, não tem mais perdão. Eu sou cidadã, pago meus impostos. A casa é minha, eu pago IPTU caro e não vou admitir ninguém fazendo atendimento na porta dela. Aqui é proibido. Se as pessoas antigas não tinham condições de fazê-los respeitar a lei, agora vão ter. Gostem ou não".

POLÊMICA

Aos 63 anos, Gretchen disse que não pretende deixar herança para nenhum dos sete filhos! Em entrevista para o programa 'Foi Mau', da Rede TV!, a 'rainha do rebolado' afirmou que irá gastar todo o patrimônio antes de morrer.

"Eu sou de gastar e não guardo nada. Às vezes, reúno eles [filhos] e falo: 'Tratem de trabalhar, porque não vou deixar nada para ninguém. Antes de morrer, gasto tudo", disse ela.