famosos   / ENTREVISTA

Gretchen sobre o início da carreira de coach: ‘‘Sempre ajudei a pessoas’’

Cantora dá conselhos sobre autoestima, homossexualidade dos filhos e violência doméstica

Karla Precioso Publicado sábado 25 setembro, 2021

Cantora dá conselhos sobre autoestima, homossexualidade dos filhos e violência doméstica
Além de cantora e influenciadora, agora ela segue mais uma carreira - Instagram/@mariagretchen

Ela é rainha e ninguém duvida: do rebolado, dos memes, dos casamentos... E não para por aí. Gretchen também é influenciadora digital e caminha para mais um posto na realeza: a de também rainha dos publis. Engana-se quem pensa que sua influência fique restrita a impactar seus 2,7 milhões de seguidores no Instagram com as marcas que anuncia.

Ao lado do marido, Esdras, a cantora agora enveredou para um caminho bem distinto de todos esses e passou a oferecer ‘mentoria de vida’, com consultas presenciais e on-line: “A ideia surgiu por causa de vários directs que recebo diariamente no Instagram pedindo aconselhamento sobre autoestima, como se valorizar, ajuda em relação à homossexualidade dos filhos e violência doméstica. Sempre ajudei as pessoas à minha volta, daí veio a ideia”. 

De bem consigo mesma, ela tem no currículo um curso de coach que decidiu fazer há algum tempo com a intenção de dar palestras. Além disso, aos 61 anos, não lhe falta bagagem para discorrer sobre os temas. Ela diz que a autoestima, definitivamente, tem sido o assunto mais abordado nas sessões. A seguir, Gretchen conta os detalhes de sua nova, interessante e promissora trajetória.

O que fez você enveredar nesse momento como ‘coach de vida’? 
A procura das pessoas que vinham até mim diariamente, pedindo para que eu desse opiniões, conselhos, auxiliasse em problemas... E isso fez com que eu buscasse especialização e formação no coach. 

Como lida com as críticas a essa sua escolha, especialmente de profissionais da área de psicologia?
Eu não me importo com essas críticas, até porque eu não sou psicóloga, não estou fazendo um trabalho de psicologia, e sim um trabalho de coach, que é completamente diferente. É justamente por isso que não me importa o que eles pensam. A gente sempre tem que se preocupar em ajudar ao próximo!

Você acredita que o carisma da rainha do rebolado contribui para o desenvolvimento dessa nova frente profissional?
Com toda certeza, meu carisma faz com que o meu desenvolvimento seja mais amplo, exatamente porque meu público é muito amplo. 

Conte-nos um pouco mais sobre como é o serviço de ‘mentoria de vida’. 
Mentoria de vida nada mais é do que uma conversa, uma troca de experiências, um desabafo. As pessoas me procuram, pois se sentem seguras em falar coisas que, para outras, não ficam confortáveis em falar. E eu me coloco na posição de ouvinte, amiga, conselheira.

A consultoria de vida é um sonho realizado?
Sem sombra de dúvida. Ajudar as pessoas faz parte da minha vida. Sou muito grata por ser a mulher que me tornei hoje e ser um espelho para outras pessoas. E ajudar o próximo é mais do que satisfatório.

E onde entra o trabalho de musicoterapia de seu marido, Esdras?
O trabalho dele entra justamente onde eu não posso mais continuar, que seria quando aquela determinada situação está na parte patológica da pessoa. Quando identifico que, de fato, ela está precisando da ajuda de um profissional, então, ele entra com a musicoterapia.

Como vem lidando com a pandemia?
Estou lidando bem, sempre me protegendo, me cuidando, obedecendo todas as regras e protocolos de higiene e segurança. Eu e o Esdras já fomos vacinados e seguimos esperando que tudo fique bem e que passemos por isso o quanto antes. Vacina pra todo mundo!

A carreira artística vai ficar no passado?
Minha carreira artística jamais ficará no passado. Sou cantora e meu marido é saxofonista, e, paralelamente ao nosso novo trabalho, sempre estaremos com a carreira em dia. Infelizmente, por causa da pandemia, o mundo parou - e não era o momento de continuar com shows e afins. Mas já estamos preparando um novo trabalho para lançar assim que tudo isso acabe.

Planos para o futuro?
A gente não faz planos, nem eu e nem ele. A gente deixa que as coisas aconteçam - as coisas vem do universo exatamente como precisam ser.

Vida pessoal e profissional andam juntas? Trabalhar com o marido não implica em atritos na relação amorosa?
Andam lado a lado, porque somos muito parecidos, aliás, somos iguais. Vivemos o mesmo mundo, gostamos das mesmas coisas e, em vez de atritos, nós temos total harmonia na vida amorosa. Um apoia o outro!

Último acesso: 30 Nov 2021 - 07:18:47 (1150245).