AnaMaria
Famosos / Cancelado

Gusttavo Lima tem show suspenso por não seguir protocolos contra Covid-19

Apresentação aconteceria em Colatina, no Espírito Santo

Da Redação Publicado em 19/11/2021, às 11h02 - Atualizado às 11h02

Gusttavo Lima iria se apresentar em Colatina (ES) - Instagram/@gusttavolima
Gusttavo Lima iria se apresentar em Colatina (ES) - Instagram/@gusttavolima

Gusttavo Lima teve um show suspenso pela Justiça do Espírito Santo. A apresentação iria acontecer nesta sexta-feira (19), no município de Colatina. No entanto, o juiz Menandro Taufner Gomes, da Vara da Fazenda Pública Estadual, Municipal, de Registros Públicos e Meio Ambiente de Colatina, resolveu cancelar o evento pela falta de esclarecimentos dos protocolos contra covid-19. 

De acordo com o portal UOL, o Ministério Público do estado afirmou que os organizadores do show não informaram sobre: quantidade de público no show; lotação máxima do open bar, pista e área vip; quantidade de ingressos disponibilizados em cada setor e orientação da Vigilância Sanitária com relação à pista de dança e ingressos para mesas. 

O MP disse ainda que a organização apenas informou que a estimativa do público gira em torno de 10 mil pessoas, isto é, 50% da ocupação do local. "'Estimativa' não é informação de limitação de venda de ingresso, muito menos compromisso formal da organizadora do evento em cumprir o limite máximo de lotação", diz o MP. 

A solicitação ressalta que não ter limite de ingresso e de lotação pode trazer mais pessoas ao evento, uma vez que elas terão a expectativa de conseguirem entrar na apresentação. Consequentemente, haveria aglomeração já na própria entrada. 

Nelinho Miranda, um dos organizadores, informou ao portal que irá recorrer à decisão, uma vez que o prazo de 24 horas "é complicado". Ele disse ainda que carteira de vacinação é requisito para entrar no show e que está cumprindo com as normas sanitárias exigidas pelo governo do estado. Além disso, a apresentação contaria com a distribuição de máscaras e álcool em gel ao público. 

O organizador, no entanto, não informou quantos ingressos já foram vendidos. Caso ocorra um descumprimento da decisão, isto é, o show ocorra normalmente, tanto a organização quanto a prefeitura de Colatina deverão quitar uma multa de R$ 200 mil.