AnaMaria
Famosos / Transtorno

Henri Castelli chora ao revelar agressão no Réveillon: ''Foi muito triste o que aconteceu''

Ator precisou passar por uma cirurgia após ter a mandíbula fraturada

Da Redação Publicado em 12/01/2021, às 08h06 - Atualizado às 08h07

Henri Castelli relatou como foi agressão e os transtornos decorrentes - Instagram/@henricastelli
Henri Castelli relatou como foi agressão e os transtornos decorrentes - Instagram/@henricastelli

Henri Castellipegou o público de surpresa ao revelar que foi agredido durante uma viagem para Alagoas, no último dia 30. No Instagram Stories, na noite da última segunda-feira (11), o ator contou o que aconteceu e o motivo de falar a verdade apenas agora. 

Visivelmente abalado e emocionado, o galã iniciou o relato negando ter se envolvido em brigas e esclareceu o ocorrido. "Foi muito triste o que aconteceu comigo. Vocês devem ter visto que eu dei entrada na Santa Casa de Alagoas no final do ano por ocasião de um acidente na academia. Mas a verdade é que não foi um acidente e não foi na academia. Eu fui agredido covardemente, sem que eu pudesse reagir ou me defender", começou.

"Eu estava com alguns amigos e, do nada, fui puxado pelas costas, pelo pescoço, jogado no chão e agredido. Vítima de socos e chutes no rosto, que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula. A impressão que eu tinha é de que minha boca estava pendurada naquele momento", relembrou. 

Castelli garantiu que todos os vídeos e fotos da agressão e dos transtornos que vieram em seguida serão unidos em um processo. Já quanto a fratura exposta, o médico e a equipe que o atenderam optaram por amarrar a boca do ator com um fio de aço para que ele fizesse a cirurgia em São Paulo e pudesse concluir compromissos de trabalho.

Ele revelou ainda que a decisão inicial de não contar a verdade era para não assustar sua família. "Minha assessora me ligou perguntando por que eu havia ido ao hospital. Decidimos falar sobre o acidente na academia para não assustar a minha família. Minha mãe só soube de tudo quando eu voltei do hospital", disse ele, confirmando que chegou a fazer uma denúncia numa delegacia e foi ao IML (Instituto Médico Legal) fazer o exame de corpo de delito.

Sem dar detalhes, Henri afirmou que já foi possível identificar os agressores. "Alguns já foram chamados para prestar esclarecimentos. Era dia 30 de dezembro, e o laudo foi juntado apenas na segunda-feira seguinte ao Ano Novo", contou.

Aos prantos, o ator confessou: "Pensava apenas na minha família, nos meus filhos. Fiquei com muito medo de ficar com sequelas para sempre. Minha boca ainda está torta, e ainda está muito inchado, muito roxo."

"Eu perdoo, não tenho raiva nenhuma. Só quero me recuperar e rezar para ficar sem sequela nenhuma”, finalizou abalado.