AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Humorista de Pit Bitoca é sequestrado no interior de SP: “Cinco dias em cativeiro”

Heitor Martins, conhecido como Pit Bitoca, estava a caminho de um encontro do Tinder

Da Redação Publicado em 22/07/2022, às 09h40

Além do trauma, humorista teve cartões, carro e casa roubados - TV Globo
Além do trauma, humorista teve cartões, carro e casa roubados - TV Globo

O humorista Heitor Martins revelou, através das redes sociais, na última quinta-feira (21), que foi sequestrado em São José dos Campos (SP). Intérprete do Pit Bitoca no ‘Zorra Total’ passou cinco dias em cárcere privado, teve sua casa roubada e seu carro queimado pelos criminosos.

"Aconteceu uma coisa comigo nesse final de semana. Eu fui sequestrado, fiquei cinco dias em cativeiro, inclusive queimaram meu carro, roubaram minha casa, mas graças a Deus, tô bem, tô vivo e mais forte agora, com todo esse carinho de vocês”, começou dizendo.

Aliviado, o ator completou: “Tudo tranquilo, graças a Deus. Tô vivo, saiu tudo bem. Foi o material, mas a vida vale muito mais que essas coisas todas", sem dar mais detalhes sobre o seu resgate.

Segundo Martins, o crime aconteceu a caminho de um encontro com uma mulher que havia conhecido no Tinder. Apesar disso, o ator fez questão de ressaltar que o aplicativo não teve relação com o sequestro - uma vez que foi capturado antes mesmo de chegar ao destino.

“Não teve golpe do Tinder. Estão criando coisas na cabeça. Eu fui a São José dos Campos ao encontro de uma moça do Tinder. Aí fui pego lá e nem acabei encontrando a moça. Foi só (...) Fui pego antes, fiquei em cárcere privado. Eu fui solto ontem e até agora não consegui dormir", explicou.

B.O.

O boletim de ocorrência, ao qual Splash UOL teve acesso por meio da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, descreve que Heitor Martins foi abordado por quatro homens não identificados ao chegar de Taubaté (SP) a São José dos Campos para um encontro. 

O humorista teria sido levado a um cativeiro e obrigado a passar as senhas do seu cartão do banco e entregar as chaves de sua casa. Foi então que os criminosos tentaram invadir a residência em Taubaté. Já carro da vítima foi encontrado queimado a poucos metros do cativeiro.