AnaMaria
Famosos / Eita!

Iza e Emicida se recusam a cantar tema da novela ‘Cara e Coragem’; entenda

Decisão de Iza e Emicida estaria relacionada ao autor da música ‘Vida louca, vida’

Da Redação Publicado em 10/05/2022, às 12h00

Informações não foram confirmadas pelos artistas até o momento - Instagram/@iza e @emicida
Informações não foram confirmadas pelos artistas até o momento - Instagram/@iza e @emicida

Polêmica nos bastidores da TV Globo! Os cantores Iza e Emicida teriam recusado o convite para gravar o tema de abertura da próxima novela das sete horas, que se chamará ‘Cara e Coragem’. A música escolhida para dar início a trama seria ‘Vida louca, vida’.

As informações foram publicadas pela colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, na manhã desta terça-feira (10). O suposto motivo da decisão seriam divergências políticas dos artistas com o autor da canção, o ex-bolsonarista Lobão.

Responsável pela composição da música ao lado do poeta Bernardo Vilhena, Lobão prestou apoio fervoroso a Jair Bolsonaro (PL) nas Eleições 2018. Entretanto, ele voltou atrás e se manifestou a favor do impeachment do atual presidente anos depois.

"Chegou uma hora em que a gente precisa tirar esse cara. Ele tem que sair de qualquer jeito", disse, em entrevista à BBC News Brasil em junho de 2021. O cantor também se posicionou contra Bolsonaro em outras entrevistas na época.

Mesmo assim, tudo indica que a TV Globo terá que correr para substituir Iza e Emicida nas gravações - uma vez que a substituta de ‘Quanto Mais Vida, Melhor!’ tem estreia marcada para o próximo dia 30. Os artistas nem a emissora se pronunciaram sobre o assunto até o momento.

CARA E CORAGEM

A próxima novela das sete, escrita por Claudia Souto, contará a história dos dublês profissionais Pat (Paolla Oliveira) e Moa (Marcelo Serrado). Eles serão parceiros na gravação de cenas eletrizantes e radicais, porém acabarão se apaixonando por trás das câmeras. 

“O universo da novela é dos dublês, mas a temática é da coragem em todos os campos das nossas vidas. Desde a micro coragem, como romper uma relação na sua vida particular, a coragem para mudar de emprego; até a macro coragem que é fazer do risco a sua profissão, no caso dos dublês”, explicou Claudia Souto, em entrevista ao Gshow.