AnaMaria
Famosos / Saudade!

Juliana Amaral lamenta ausência de Paulo Gustavo no Dia do Irmão: ''Para sempre'' 

Ator morreu aos 42 anos, vítima da covid-19

Da Redação Publicado em 06/09/2021, às 11h18 - Atualizado às 11h18

Paulo Gustavo e irmã Juliana Amaral - Instagram/@juamaral00
Paulo Gustavo e irmã Juliana Amaral - Instagram/@juamaral00

O Dia do Irmão, celebrado no último domingo (5), foi repleto de saudade e recordações para Juliana Amaral. Em suas redes sociais, a diretora artística lamentou a ausência do irmão, Paulo Gustavo - que morreu em maio devido à complicações do novo coronavírus - nessa ocasião tão especial. 

Sem deixar a data passar em branco, ela emocionou os seguidores ao dividir um registro antigo ao lado do humorista, em que os dois aparecem juntinhos ainda quando crianças. Na legenda, deixou apenas a frase "para sempre". 

Os comentários da publicação, é claro, ficaram repletos de mensagens carinhosas e de forças à Juliana. "Amo esses dois", escreveu Heloisa Perissé. "Te amo, irmã. E amo para sempre seu irmão, que virou meu e virou nosso", declarou Katiuscia Canoro". "Para todo sempre", completou Danielle Winits

Confira:

HOMENAGEM

Paulo Gustavo faleceu há exatos quatro meses, em decorrência de complicações da Covid-19. No último sábado (4), o humorista foi homenageado por fãs e amigos, que falaram sobre a saudade que sentem do artista. Thales Bretas, viúvo de Paulo, também usou as redes sociais para falar da falta que ele faz. Juntos, eles são pais dos pequenos Gael e Romeu, de 2 aninhos. 

Em seu perfil no Instagram, o dermatologista compartilhou um lindo registro em que eles aparecem com os meninos no colo, quando ainda era bebês.

"Hoje é mais um dia nessa trilha difícil de abdicação de sonhos e projetos. Há 4 meses tive a interrupção de muitas projeções, e o contato máximo com a realidade de que o futuro é hoje, o presente é o nosso maior presente! E que não se pode abrir mão de ser feliz hoje por uma expectativa de futuro melhor", escreveu.

Thales falou sobre o quanto aprendeu e foi feliz com o amado: "Acho que já aprendi muito com o PG o valor da vida! Como ele me ensinou isso! E fui muito feliz! Hoje acordo programando pequenas alegrias no dia a dia pra não pirar com as curvas que a vida faz. Ganhei meu maior presente, minha família!".

Por fim, o médico falou sobre a dor da ausência  em sua vida. "E mesmo com a saudade sufocante do meu companheiro e amor da vida, me levanto pra felicidade que é estar vivo e ainda ter inúmeras possibilidades. A ausência é imensa, mas minha gratidão por tanto amor é e será sempre infinita… e eterna!", concluiu.