AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Juliette detona Bolsonaro após veto do presidente à distribuição de absorventes

A advogada se posicionou contra a atitude do político

Da Redação Publicado em 08/10/2021, às 12h55 - Atualizado às 12h56

Juliette e Jair Bolsonaro - Instagram/@juliette/@jairmessiasbolsonaro
Juliette e Jair Bolsonaro - Instagram/@juliette/@jairmessiasbolsonaro

Juliette Freire não ficou calada diante dos acontecimentos da última quinta-feira (7)! Após o veto do presidente Jair Bolsonaro à distribuição gratuita de absorvente menstrual, a advogada utilizou suas redes sociais para se pronunciar sobre o assunto. 

“Quando pessoas que menstruam não têm acesso a absorvente, elas não têm acesso à saúde, à educação e a ter sua dignidade enquanto ser humano. Cobremos que o veto do presidente seja barrado. Em um país feito para todos, a pobreza menstrual deve ser tratada com seriedade", escreveu em seu perfil no Twitter, indignada com a decisão de Bolsonaro.

MUITA REVOLTA
A campeã do BBB21 não foi a única que discordou do presidente, Cátia Fonseca também reagiu ao veto, declarando que, para ela, era essencial a aprovação do artigo.

“A gente tem que ficar de olho no que os nossos governantes fazem. Vou dar um exemplo: nosso Governo Federal, olha o que fizeram, o fim da picada", desabafou.

Fernanda Paes Leme também aproveitou para demonstrar sua revolta em seu perfil no Twitter.

“Menstruação, algo natural do ser humano, é responsável por internações, por infecções. Algumas pessoas usam até miolo de pão na falta de absorventes. Jovens não vão às aulas por falta de absorventes”, começou. 

“Havia um projeto de distribuição gratuita do item a estudantes, pessoas em situação de rua e outras vulnerabilidades. Bolsonaro vetou. Libera veneno, libera armamento, libera remédio ineficaz contra covid, mas veta absorventes a quem precisa. Absurdo! Triste, Brasil”, finalizou.

{# Taboola Newsroom #}