AnaMaria
Famosos / Corpo

Karol Lannes, a Ágata de 'Avenida Brasil', conta o motivo de não ter renovado contrato com a Globo 

Atriz ainda revelou que sempre teve o apoio emocional de Adriana Esteves

Da Redação Publicado em 18/01/2021, às 09h07 - Atualizado às 09h07

Karol Lannes, de 20 anos, tinha 12 quando interpretou Ágata - Instagram/TV Globo/João Cotta
Karol Lannes, de 20 anos, tinha 12 quando interpretou Ágata - Instagram/TV Globo/João Cotta

Karol Lannes fez muito sucesso ao interpretar a menina Ágata de 'Avenida Brasil'. No entanto, após a trama, a atriz não engatou nenhum outro trabalho na TV Globo. No Tik Tok, na última sexta-feira (15), a jovem explicou o motivo de não ter renovado o contrato com a emissora. 

"Um diretor chegou para o meu pai e falou que eu teria que emagrecer absurdamente se eu quisesse fazer outro papel depois da Ágata de 'Avenida Brasil'. O que aconteceu foi que eu não emagreci absurdamente", contou ela

Karol chegou a receber um convite de teste para voltar a atuar na emissora, em 'Malhação'. No entanto, a proposta do personagem não lhe agradou. "Para fazer uma personagem gorda que sofria bullying. Eu decidi que não é isso o que eu quero para a minha carreira. Eu tenho um sonho de voltar a atuar, mas eu acho que falta uma representatividade aí", disse.

Em seguida, a jovem trouxe reflexões sobre mulheres gordas que são convocadas apenas para personagens que sofrem bullying, são rejeitadas ou de 'antes e depois'.

"Você pode ser uma pessoa, uma mulher gorda e fazer uma vilã, uma protagonista ou uma mocinha, independentemente do seu corpo. Acho que corpo não define talento", completou. 

APOIO EMOCIONAL
As declarações de Karol viralizaram e os internautas a questionaram sobre como era o tratamento da produção com a atriz, já que em 'Avenida Brasil' ela tinha 12 anos e interpretava uma criança que sofria maus-tratos da própria mãe, a vilã Carminha, deAdriana Esteves

"Eu tive um acompanhamento psicológico leve dos coaches da Rede Globo [...] mas pasmem, quem mais me ofereceu suporte emocional durante 'Avenida Brasil' foi a Adriana Esteves e os próprios atores. Mas principalmente a Drica", contou. 

A jovem revelou que a atriz lhe dava apoio antes de cada cena. "Ela parava, me olhava, me abraçava, segurava a minha mão e falava: 'Você é linda, bonita, inteligente, eu gosto muito de você' [...] acabava a cena e ela voltava a falar pra mim: 'Saiba que você é linda e que gosto muito de você'", destacou. 

Karol ressaltou que sempre separou a personagem da vida real e por isso Ágata não lhe deixou traumas, ainda que tenha sofrido bullying na escola. "Ajudou a fortificar minha autoestima hoje em dia."