famosos   / Maravilhosa!

Leticia Colin coleciona elogios ao surgir careca: ''Seja quem você quiser ser''

Atriz aderiu aos fios mais curtinhos de vez

Da Redação Publicado sábado 24 julho, 2021

Atriz aderiu aos fios mais curtinhos de vez
Leticia Colin radicaliza o visual - Instagram/@leticiacolin

Leticia Colin surpreendeu os seguidores, na última sexta-feira (23), ao surgir com um visual completamente diferente. Em seu perfil no Instagram, a atriz compartilhou uma série de cliques ao lado de seu cachorrinho para mostrar que aderiu aos fios ainda mais curtos e ficou carequinha de vez.

Esbanjando autoestima, a famosa optou por legendar a publicação com uma reflexão sobre liberdade: "Quer voar? Voa". "E a parada é essa: seja quem você quiser ser. Torne-se você mesma! O caminho é longo, delicado e maravilhoso", finalizou. 

Em pouco tempo, os comentários ficaram repletos de elogios à beleza exuberante de Leticia. "Deusa, maravilhosa demais", escreveu Deborah Secco. "Pireeeei nesse corte", afirmou Nanda Costa, acrescentando emojis de coração. "Que lindaaa", completou Camila Pitanga.

Confira:

 

 

 

COVID-19

Leticia Colin foi uma das celebridades diagnosticadas com Covid-19. Recentemente, a atriz decidiu abrir o coração e falar a respeito da experiência.  Na ocasião, a morena dividiu uma sequência de fotos, nas quais apareceu diante de um cenário bastante arborizado. 

Na legenda do post, a artista publicou um texto relatando como foram os dias em que ela e o filho, Uri, fruto da relação com Michel Melamed, tiveram os sintomas do vírus.

"Meu filho de 1 ano ensopava suas roupinhas e lençóis. Era muita febre. Eu bambeava, delirante, me sentindo sem corpo, segurando no colo meu bebê e o desejo de viver. As dores nossas deixavam as horas mais lentas e assustadoras. Era a presença da doença com sua foice olhando bem no meio da nossa cara", começou ela. 

Além disso, Leticia explicou que o marido também sofreu alguns dias com o Coronavírus. 

"Meu companheiro da vida, meu abraço, meu amor Michel tossia intensamente e caminhava se apoiando nas paredes - nossas únicas arestas. Ele olhava pra mim e dizia: 'Nós precisamos sobreviver'. Nós não morremos, e é por isso esse ensaio", relatou

 

Último acesso: 25 Sep 2021 - 13:47:32 (1148021).