AnaMaria
Famosos / Famosos

Luciana Malcher, a Claraíde de 'Império', vira alquimista e abre loja de perfumes

Luciana contracenou com Lilia Cabral, Othon Bastos e grande elenco na novela de TV Globo, em 2014

Da Redação Publicado em 08/09/2021, às 18h25 - Atualizado às 18h32

Claraíde (Luciana Malcher) e Maria Marta (Lilia Cabral) em 'Império' - Reprodução/Instagram
Claraíde (Luciana Malcher) e Maria Marta (Lilia Cabral) em 'Império' - Reprodução/Instagram

Sete anos após o fim de ‘Império’, novela responsável por alavancar sua carreira, Luciana Malcher, intérprete de Claraíde, uma das empregadas da mansão dos Medeiros, hoje dedica-se também à alquimia. Durante a pandemia, ela se descobriu apta para fabricar perfumes e hidratantes.

“Abri uma lojinha de perfumes. Tem sido muito bem aceito pelo público", contou ela em entrevista ao Gshow, nesta quarta-feira (8). Em 2018, Luciana também participou da novela 'Espelho da Vida' (TV Globo).

Além do novo emprego, ela também criou uma plataforma com aulas online de teatro, por meio das redes sociais, e produziu também uma peça teatral na internet. Malcher tem trabalhado em vídeos para seu canal no Youtube.

"Amada isso de tempo livre não existe... Mas vamos supor que fosse possível: ah, eu gostaria de ficar bem quietinha e dormir o dia inteiro até dizer chega. E também, ver filme o dia todo. Ou simplesmente, não fazer nada!", brinca ela.

Claraíde foi seu primeiro grande papel na televisão e, logo de cara, a atriz aprendeu muito com todo o elenco: "Foi um enorme privilégio, uma escola que nenhuma faculdade ensina. A generosidade deles e a vontade de ajudar para que eu ficasse bem em cena... Era incrível! Muito recompensador. Eu sempre ouvia com muita atenção as dicas que eles tinham para me dar."

Luciana ainda relembrou alguns momentos descontraídos nos bastidores de ‘Império’.

"Quando ficávamos na sala de estar, as conversas eram muito divertidas. Alexandre Nero, por exemplo, é uma figura. Othon Bastos e seu arsenal histórico de experiências sempre nos deixava vidrados a escutá-lo. Sem contar o quanto era bom estar novamente contracenando com Rosana Dias, Márcia do Valle, Leandro Rocha, Hugo Esteves (depois descobrimos que éramos da mesma cidade e viramos grandes amigos), Joe Ribeiro (meu parceiro do espetáculo 'Lavou Tá Novo')... Sinto saudades desse clima de trabalho, da troca, de estar no meio dessa atmosfera de gravação que é tão peculiar”, concluiu.