AnaMaria
Famosos / Sofrimento

Luísa Sonza desabafa sobre ataques nas redes sociais: ''Agressividade injustificável''

Cantora afirmou que o ódio virtual deixou cicatrizes em sua trajetória

Da Redação Publicado em 11/08/2021, às 12h31 - Atualizado às 12h31

Luísa Sonza revela que sofre com xingamentos e mensagens de ódio - Instagram/@luisasonza
Luísa Sonza revela que sofre com xingamentos e mensagens de ódio - Instagram/@luisasonza

De alguns anos para cá,Luísa Sonza virou alvo de diversos ataques nas redes sociais, seja por sua separação com o ex-marido, Whindersson Nunes, ou por sua personalidade única - considerado por muitos como vulgar. Na mira dos 'haters', a cantora ainda carrega marcas e sente dificuldade para, inclusive, se expressar, como afirmou no 'Encontro' desta quarta-feira (11). 

Em entrevista à Fátima Bernandes, a artista revelou que ainda é doloroso comentar sobre os xingamentos que recebe diariamente: "Desde sempre existiu, o caráter da mulher sempre é colocado em dúvida. Depois, no ano passado, as coisas se intensificaram, desde que separei, de uma maneira... eu ainda não sei lidar muito bem com essa situação, dialogar de uma maneira madura, falando para todo o Brasil".

Os ataques à Luísa se intensificaram ainda mais após o fim de seu matrimônio, o qual, na época, abriu margem para inúmeras especulações de traição. "É uma agressividade injustificável, foge da realidade. Não considerado que foi apenas hater, foi algo que não podia andar na rua", afirmou.

Vale lembrar que, em junho desse ano, a cantora se ausentou das redes sociais após ser apontada como a culpada pela morte de João Miguel, filho de Whindersson e Maria Lina - que não resistiu após sofrer um parto prematura de 22 semanas. "Não estava preparada para essa conversa, não foi uma coisa que passou e está lá atrás. Tô conversando aqui com você e pensando que o Twitter todo está me xingando. Deixa sequelas", desabafou.

Atualmente, Luísa namora com Vitão e segue crescendo no ramo musical, no qual acabou de lançar seu mais novo albúm 'Doce 22'. Pela primeira vez, a artista buscou transmitir suas emoções através das canções: "Sempre colocar esse meu lado mais profundo, antes não tinha tanta segurança como artista. Com a idade, chega lá".

"As meninas do pop e do funk, existe uma profundidade e que não é compreendida, quando digo isso é mais na poesia", finalizou.