AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Maitê Proença diz que preferia que a namorada fosse homem e é criticada

Maitê Proença foi acusada de lesofobia na internet por sua fala

Da Redação Publicado em 26/06/2022, às 17h18

Maitê Proença disse que sabia que a fala não repercutiria bem - Reprodução/Instagram
Maitê Proença disse que sabia que a fala não repercutiria bem - Reprodução/Instagram

A atriz Maitê Proença foi criticada na internet após dizer que preferia que a namorada, a cantora Adriana Calcanhotto, fosse homem, durante uma entrevista à revista JP.

Juntas há quase um ano, Maitê disse que, no geral, prefere se envolver romanticamente com pessoas do sexo oposto, mas terminou se apaixonando por Adriana e aceita o fato dela ser mulher.

"Eu queria que ela (Adriana) fosse homem. Para essa atividade sempre gostei mais de homem. Mas ela é mulher, gosto dela e aceito isso”, começou.

Em seguida, a atriz previu que sua fala não repercutiria muito bem entre alguns grupos: “Sei que as feministas e os LGBTs não vão gostar do que acabei de dizer, mas, honestamente, é assim, entendeu? Posso experimentar algo diferente para estar com ela".

E isso de fato aconteceu: no Twitter, muitos usuários, inclusive alguns que se identificam com a causa LGBT+, criticaram a fala de Maitê e acusaram a atriz de lesbofobia, o preconceito contra pessoas que se consideram lésbicas.

“Não precisa ser feminista ou LGBT para perceber a lesbofobia da Maitê Proença. Sinto muito pela Adriana estar sendo exposta a isso”, lamentou uma internauta.

Dentre os críticos à atriz, tiveram aqueles que encorajaram Adriana a sair do relacionamento. Outros, no entanto, não encararam o comentário de Maitê como maldoso, e o interpretaram como um receio de amar outra pessoa do mesmo gênero.

ABRIU O JOGO

Maitê Proença abriu sua intimidade ao lado de Adriana Calcanhotto em entrevista publicada na última sexta-feira (18) pela revista Veja. A atriz deu detalhes sobre a vida sexual atualmente e relembrou o preconceito enfrentado quando tornou pública a relação com a cantora, em novembro do ano passado.

Aos 64 anos, em seu primeiro relacionamento com uma mulher, Maitê declarou: “Agora [a vida sexual] é bem mais legal, sim. Antigamente, eu estava lá investigando, experimentando um pouco aqui e ali. Precisei fazer muitas experiências para chegar a um lugar mais livre e relaxado”.

Na sequência, a atriz ressaltou a importância da leveza no romance. “Depois de uma determinada fase da vida, você tem de ficar com pessoas com quem consiga conversar, para não ter de traduzir para o outro tudo o que percebe do mundo”, disse.

HOMOFOBIA

Na mesma entrevista, Maitê foi perguntada se sofreu algum tipo de preconceito ao assumir o namoro com Adriana. Ela confirmou: “Acho que neste momento as pessoas estão mais comedidas com relação ao preconceito, elas têm medo das consequências. Ainda assim, recebi mensagens nas redes do tipo ‘você me decepcionou’ ou ‘isso é pecado’. Ora, com homem não é pecado, mulher é?”.

A artista também explicou o motivo de evitar expor sua vida pessoal. “Acho bonito ser discreta neste mundo em que a vulgaridade corre solta em todos os meios. Eu me reservo ao direito de manter essas coisas na intimidade, de não ficar dando satisfação à sociedade, mas ao mesmo tempo também não escondo o que estou fazendo”, finalizou.

{# Taboola Newsroom #}