AnaMaria
Famosos / Saudade

Maraisa após um mês da morte de Marília Mendonça: ''Coração ainda dói''

Maiara e Maraisa estiveram no 'Fantástico' para homenagear a cantora

Da redação Publicado em 06/12/2021, às 08h35 - Atualizado às 08h35

Maiara e Maraisa em entrevista ao 'Fantástico' um mês após morte de Marilia Mendonça - TV Globo
Maiara e Maraisa em entrevista ao 'Fantástico' um mês após morte de Marilia Mendonça - TV Globo

Completou um mês da morte de Marília Mendonça e, para prestar uma homenagem à cantora, Maiara e Maraisa deram uma entrevista ao 'Fantástico', no último domingo (5), em que falaram do luto e da saudade que restou da amiga. 

Sem esconder a emoção, Maraisa afirmou que não é fácil lidar com a partida precoce da sertaneja. "O coração ainda dói muito, a gente sofre. Eu não queria chorar. Graças a Deus, nós somos todos privilegiados porque ela escolheu a gente. Deus deu uma oportunidade incrível, o negócio das Patroas ela que dirigia", disse. 

Ao ser questionada, Maiara acrescentou que ela e a irmã estão encontrando conforto diante da perda. "Estamos indo bem, eu acho, na medida do possível. Recebendo muita força dos fãs, fé e Deus em primeiro lugar."

Maraisa revelou ainda que Marilia trabalhou muito durante as semanas que antecederam o trágico acidente. A 'rainha da sofrência' estava à frente do projeto 'Patroas 35%' e acabava de retornar aos shows presenciais. "Ela viveu intensamente tudo, ela preparou tudo. Ela tinha uma intuição", relembrou. 

RESPONSABILIDADE
Além da entrevista, Maiara e Maraisa apresentaram Dom Vittor e Gustavo, dupla do irmão de Marília, que era uma aposta da sertaneja. As gêmeas caracterizaram o lançamento dos cantores como "uma responsabilidade" após a morte da amiga. 

João Gustavo, irmão de Marília, chegou a relembrar o momento em que pensou em desistir da carreira. "Só que aí eu pensei que se eu parasse eu ia ter que carregar a dor de perder a minha irmã e de ter fracassado no que ela me encaminhou, ela encaminhou o Dom e eu", justificou o rapaz, que contratou parte da banda da artista. 

Na ocasião, a nova dupla aproveitou para lançar 'Calculista', uma parceria póstuma da sertaneja. Marília e outras quatro pessoas morreram no dia 5 de novembro, em um trágico acidente de avião, em Caratinga (MG).