AnaMaria
Famosos / Eita!

Marcela Mc Gowan reflete sobre uso do Twitter e deixa fãs preocupados: ''Vou ter que deletar?''

Ex-BBB cogita deixar o twitter e fãs aconselham: ''ficar mais 'off' ajudaria''

Da Redação Publicado em 14/10/2020, às 18h51 - Atualizado às 18h51

Marcela MCGowan desabafou sobre uso do Twitter - Instagram/ @marcelamcgowan
Marcela MCGowan desabafou sobre uso do Twitter - Instagram/ @marcelamcgowan

Marcela McGowan resolveu fazer um breve desabafo nas redes sociais, na tarde desta quarta-feira (14).

A ex-BBB, ao que parece, não está muito satisfeita com alguns acontecimentos no Twitter, já que ela usou seu perfil na rede social para fazer uma pergunta que deixou os seguidores intrigados.  

“Pra ser feliz vou ter que deletar isso aqui, será?”, Questionou a ginecologista, que não explicou o que de fato aconteceu. 

Enquanto alguns fãs da médica deixaram inúmeras mensagens de apoio nos comentários, outros ficaram preocupados sobre o que pode ter acontecido.  

"Nossa! O que rolou?", perguntou uma internauta. "Não sei deletar, mas ficar mais 'off' ajudaria bastante. Aqui é tóxico pra caramba! E você não merece e nem precisa ficar lendo certas coisas que rolam por aqui", aconselhou outra seguidora. “Ma, infelizmente talvez sim... aqui é extremamente tóxico e suga a energia de qualquer um, a melhor opção pra você seria dar um tempo daqui, de coração. Vou sentir saudade, mas faça, vai te ajudar e muito!”, escreveu mais uma. 

CRISE DE PÂNICO

Recentemente, Marcela Mc Gowan deu um verdadeiro susto ao revelar nas redes sociais que sofreu uma crise de pânico e que quase foi parar no hospital.

Em entrevista ao GShow, a ex-BBB contou mais detalhes do ocorrido. "Foi um dos dias mais difíceis da minha vida. Nunca me senti tão vulnerável", desabafou.  

De acordo com Marcela, a saída do 'BBB20', seguida do isolamento social, a superexposição na internet e a rotina intensa de trabalho mexeram com sua saúde mental e desencadearam o problema.

A ex-sister contou que por ser uma profissional da área de saúde, ela logo detectou os sintomas. "Senti taquicardia, falta de ar, formigamento de mãos e boca. Aquela sensação de morte iminente. O fato de ser médica fez com que fosse mais fácil fazer o diagnóstico. Demorei uns segundos, mas fui entendendo o que estava acontecendo."