AnaMaria
Famosos / Eita!

Marcos Mion critica pessoas com covid que não se isolam: “É isso mesmo?”

O apresentador utilizou as redes sociais para criticar os positivados que fogem do isolamento

Redação Publicado em 11/01/2022, às 16h52

Marcos Mion critica quem está com covid e foge do isolamento social - Instagram/@marcosmion
Marcos Mion critica quem está com covid e foge do isolamento social - Instagram/@marcosmion

Marcos Mion botou a boca no trombone. O apresentador criticou as pessoas diagnosticadas com covid-19 que continuam saindo de casa, desrespeitando o isolamento. Marcos questionou se ele está “maluco” ou se realmente várias pessoas que testaram positivo seguem vivendo normalmente e espalhando o vírus. A postagem foi feita em seu Twitter na madrugada desta terça-feira (11).

Em tom de indignação, com muitas exclamações e interrogações, o comandante do ‘Caldeirão’ disse: “Eu estou maluco ou tem muita gente positivada de coronavírus vivendo normal por aí? Ignorando a quarentena e, possivelmente, contaminando muita gente? É isso mesmo?”.

A postagem viralizou rapidamente e o público do apresentador aproveitou os comentários para discutir e expor suas próprias opiniões. “Tem gente bancando o perseguido por ser cobrado pelo mínimo”, escreveu um seguidor. “As pessoas acham que o fato de terem tomado a vacina nada mais pode acontecer” Eita! O influenciador Levi Kaique também comentou na postagem: “Já notei isso também. É um absurdo”.

NOVA VARIANTE E AUMENTO DE CASOS

Com a nova variante Omicron surge um novo medo em relação à pandemia. Voos estão sendo cancelados e medidas de isolamento mais rígidas estão sendo implantadas por todo o mundo. O Brasil também entrou com tudo na onda de novos casos, atualmente a média móvel de casos no país é a maior desde julho do ano passado.

Diversas celebridades estão testando positivo e cancelando compromissos, principalmente shows. Na lista de famosos confirmados temos grandes nomes como Lucas Lucco, Marisa Monte, Jorge e Mateus, Jojo Toddynho e outros.

Mas também vale ressaltar que, por mais que a variante Omicron seja mais infecciosa, ela é também menos agressiva. Os sintomas menos graves e o alto número de assintomáticos também se deve às altas taxas de vacinação.

Lembrando, que, se testou positivo para o coronavírus é necessário um período de isolamento mínimo de 7 a 14 dias.