AnaMaria
Famosos / Abriu o jogo!

Marina Ruy Barbosa sobre suposta rivalidade com Bruna Marquezine: “Tóxico!”

Em entrevista, Marina Ruy Barbosa também comentou divórcio com Alexandre Negrão

Da Redação Publicado em 10/05/2022, às 12h52

Atriz abriu o jogo sobre rivalidade feminina, carreira e planos futuros - Instagram/@marinaruybarbosa e @brunamarquezine
Atriz abriu o jogo sobre rivalidade feminina, carreira e planos futuros - Instagram/@marinaruybarbosa e @brunamarquezine

Não é de hoje que ouvimos diversas comparações entre as atrizes Marina Ruy Barbosa e Bruna Marquezine. Foi então que, em entrevista ao jornal O Globo, publicada nesta terça-feira (10), a ruiva resolveu esclarecer de uma vez por todas o que pensa sobre a rivalidade incentivada entre as duas.

“A gente vive numa sociedade machista, e vejo muitas comparações, sempre entre mulheres. Crescemos ouvindo que Xuxa e Angélica eram rivais. Precisamos mudar essa história. Bruna e eu passamos por isso o tempo inteiro”, começou Marina.

Para ela, um dos motivos para os boatos é o fato de ambas terem estreado grandes papéis na TV Globo na mesma época - Marquezine em ‘Mulheres Apaixonadas’ (2003) e Ruy Barbosa em ‘Começar de Novo’ (2004).

Ela desabafou: “Somos da mesma geração, começamos na TV mais ou menos juntas... Essa 'rivalidade' dá retorno, audiência em sites. E isso é tóxico para todos os lados envolvidos", completou em seguida, dando a entender que não tem nada contra a colega. 

Vale lembrar que as notícias sobre uma suposta inimizade entre as atrizes ficou ainda mais forte quando elas interpretaram mocinha e vilã em ‘Deus Salve o Rei’ (2018). Na época, Marina chegou a confirmar que as fofocas atrapalharam a relação entre elas.

FIM DO CASAMENTO

Outro assunto que veio à tona na entrevista foi o divórcio de Marina Ruy Barbosa e Alexandre Negrão, no início de 2021. A atriz, de 26 anos, revelou que tem vontade de constituir família - porém não consegue ver isso se tornando realidade tão cedo.

"É frustrante, mas, ao mesmo tempo, tento não alimentar esse sentimento [a separação]. Sou canceriana, sensível demais e, se penso muito nesse assunto, fico mal. Quero tanto ter minha família, meus filhos... Às vezes, me pergunto: 'Em que momento isso vai acontecer?' Já fui para a terapia, voltei. São fases", entregou ela.