AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Maurício Mattar revela que Guilherme de Pádua pedia para ver seu pênis

Maurício Mattar contou que Guilherme já o havia assediado antes do revelado em ‘Pacto Brutal’

Da Redação Publicado em 25/07/2022, às 13h48

Maurício Mattar faz revelações sobre assassino de Daniella Perez - Instagram/@mauriciomattar
Maurício Mattar faz revelações sobre assassino de Daniella Perez - Instagram/@mauriciomattar

Guilherme de Pádua, responsável pelo assassinato de Daniella Perez em 1992, pedia para ver o pênis do ator e colega da vítima, Maurício Mattar, algumas vezes antes do revelado pelo promotor José Muiños Piñeiro Filho, durante o documentário “Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez”. 

Em um dos episódios da série documental, o promotor responsável pelo caso contou que Guilherme de Pádua queria mostrar o pênis tatuado com o nome da esposa, Paula Thomaz, para a polícia, com o intuito de provar sua fidelidade à mulher e negar o crime. No entanto, Maurício Mattar revelou que Guilherme já era conhecido por assediar homens nas produções em que trabalharam juntos. 

"Sempre que eu ia trocar de roupa, o Guilherme colava em mim, ficava olhando de banda e até mesmo pedia para eu mostrar meu pênis", contou Maurício à revista Istoé sobre assédios sofridos em 1991, nos bastidores da peça “Blue Jeans”. 

O ator, hoje com 58 anos, ainda detalhou o comportamento sexual de Guilherme, que cumpriu apenas 7 dos 19 anos de prisão a que foi condenado pelo assassinato premeditado da filha da escritora Glória Perez.

"Lembro que na época do 'Blue Jeans' ele vivia assediando homens, como se fosse doença, compulsivamente. Era muito desagradável. Ele contou que transava com homens desde que chegou ao Rio de Janeiro, onde acontecia a apresentação da peça. Pelo visto era bi. Ele dizia que para subir na vida transaria com quem fosse preciso", afirmou na entrevista. 

PACTO BRUTAL

Guilherme de Pádua não gostou do documentário 'Pacto Brutal', da HBO Max, que traz à tona o assassinato da atriz Daniella Perez. Em vídeo publicado no Instagram, no último domingo (24), ele ameaçou expor sua versão dos fatos, além de novas evidências sobre o crime, uma vez que a produção não quis ouvi-lo para a série.

Na gravação, o ex-ator afirmou que já assistiu aos dois episódios do documentário e revelou que sentiu tristeza e opressão. Entretanto, fez questão de lembrar que tem certeza que os envolvidos no caso, sobretudo a família da atriz, sofreram muito mais com o ocorrido. Leia a matéria completa aqui!

{# Taboola Newsroom #}