AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Famosos / EITA!

Motorista que atropelou Kayky Brito revela se candidatar para vereador

Diones Coelho, envolvido em acidente com Kayky Brito, planeja candidatura a vereador no Rio ano que vem

Diones Coelho planeja candidatura a vereador no Rio - Reprodução
Diones Coelho planeja candidatura a vereador no Rio - Reprodução

Diones Coelho, o motorista envolvido no acidente com o ator Kayky Brito, anunciou sua intenção de concorrer ao cargo de vereador no Rio de Janeiro em 2024. Em resposta a perguntas dos seguidores em seu perfil no Instagram, ele revelou que mantém contato com "pessoas influentes" para essa possibilidade, sem mencionar um partido específico.

"Sim, eu pretendo vir candidato nessa próxima eleição, no Rio de Janeiro. Tem muita coisa que isso precisa ser feita. Mais para frente isso será formalizado", afirmou. Ele também mencionou ter declinado "várias propostas de cunho financeiro altíssimo".

HARMONIZAÇÃO E PERMUTA 

Desde o incidente com Kayky, que ocorreu em setembro na Barra da Tijuca, Diones ganhou visibilidade nas redes sociais. Com mais de 180 mil seguidores no Instagram, ele conseguiu arrecadar R$ 184 mil em uma vaquinha para comprar um novo carro para sua atividade como motorista de aplicativo. Além disso, está negociando publicidades em seu perfil e realizou procedimentos estéticos, como uma harmonização facial.

Recentemente, Diones compartilhou o resultado de uma harmonização facial obtida por permuta, demonstrando também sua relação com a família Brito. Em resposta a um comentário negativo sobre seu relacionamento, ele enfatizou: "Sou muito bem resolvido com minha linda e amada esposa! Um presente que Deus me deu. Vou orar por você".

harmonização

RELEMBRE O INCIDENTE

Em setembro, Diones Coelho atropelou Kayky Brito em uma avenida na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, enquanto estava a serviço de um aplicativo de transporte. Ele prestou socorro no local e apoiou a família do ator. Posteriormente, uma vaquinha online foi realizada para ajudá-lo a consertar o carro e retomar o trabalho, prejudicado pelo incidente.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu o inquérito do atropelamento semanas depois, informando que o motorista não seria indiciado pelo acidente. Conforme as investigações, ele estava abaixo do limite de velocidade permitida e prestou socorro a Kayky, seguindo os protocolos legais.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!