AnaMaria
Famosos / Homenagem

Nicette Bruno terá missa de sétimo dia transmitida online 

Atriz morreu vítima de covid-19 após ficar internada na UTI

Da Redação Publicado em 28/12/2020, às 08h57 - Atualizado às 09h40

Nicette Bruno morreu aos 87 anos - João Miguel Júnior/TV Globo
Nicette Bruno morreu aos 87 anos - João Miguel Júnior/TV Globo

Nicette Bruno, de 87 anos, ganhará uma última homenagem na próxima terça-feira (29), data em que será celebrada a missa de sétimo dia. 

A filha da atriz, Beth Goulart, compartilhou o convite em seu Instagram, na noite do último domingo (27). O ritual acontecerá a noite, na Paróquia Nossa Senhora da Paz, no Rio de Janeiro (RJ). 

Além disso, a missa será transmitida online pelo Instagram e YouTube da igreja para evitar aglomerações, diante da pandemia de coronavírus. 

Nicette morreu no último domingo (20), após complicações da covid-19. A atriz foi internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em 29 de novembro, no Rio de Janeiro, depois de testar positivo para o vírus, contraído durante uma reunião familiar.

“Nós moramos no mesmo condomínio. Mamãe tem a casa dela e eu a minha. Estou sempre com ela, somos muito ligadas, fazemos aulas juntas. E ela ficou nesses 10 meses totalmente protegida, numa redoma. Mas às vezes acontecem coisas que saem do controle. Semana passada, ela recebeu a visita de um parente, que não sabia estar infectado e, infelizmente, transmitiu o vírus para ela”, explicou Beth, assim que ela foi para o hospital.

Nas semanas que precederam sua morte, Bruno foi sedada, dependia da ventilação mecânica para respirar e realizou hemodiálise, tratamento que consiste na remoção do líquido e substâncias tóxicas do sangue. Apesar da medida ter tido algum efeito, seu estado continuou grave.

SAUDADE
Beth Goulart emocionou seus seguidores, no domingo (27), ao compartilhar um vídeo falando sobre a saudade que sente da mãe. A atriz apareceu abatida nas imagens e fez uma linda declaração à veterana.

"Uma semana sem minha mãe. Uma semana sem a sua presença física, sem seu sorriso, seu ensinamento, sem poder segurar sua mão, olhar seus olhos. Aos pouquinhos temos que acostumar com sua ausência física. Aos pouquinhos vamos encontrar uma nova forma de comunicação, minha mãe, através de nossa mente, nosso coração, diretamente com seu espírito”, começou. 

"A senhora ficava tão feliz quando estávamos juntos, recebíamos seu carinho, a senhora fazia uma comidinha para gente, todos em volta de sua mesa, era uma grande felicidade. Quando nos dava um presente, quando ficava orgulhosa quando fazíamos alguma coisa que a senhora gostava, quando recebíamos seu aplauso, seu incentivo. Quando orávamos juntos, minha mãe.”

Goulart ressaltou os ensinamentos passados por Nicette: “A senhora me ensinou essa fé tão forte, tão poderosa. Quando fazíamos algum gesto de caridade, isso aprendi com a senhora, minha mãe. Um aprendizado que vai nortear minha vida e além da minha vida aqui na Terra porque são ensinamentos espirituais, ensinamentos básicos do nosso valor, ética, moral.” 

“Então hoje, minha mãe, mais do que tudo receba nosso amor, nossa gratidão por tudo isso que a senhora nos ensinou. A senhora nos ensinou a ser felizes com a simplicidade, com simplesmente sermos quem somos. Te amo, minha mãe, agora e sempre. Te amo. Receba meu amor e gratidão, te amo", finalizou.