AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Nívea Stelmann revela como é sua relação com Mário Frias, pai de seu filho

Nívea Stelmann conta que mantém uma ótima convivência com o ex-marido

Da Redação Publicado em 02/08/2022, às 15h08

Nívea Stelmann com seu primeiro filho, Miguel Frias - Instagram/@niveastelmann
Nívea Stelmann com seu primeiro filho, Miguel Frias - Instagram/@niveastelmann

A atriz Nívea Stelmann revelou como é sua relação com o ex-marido e pai de seu primogênito, Mário Frias. Os atores são pais de Miguel, fruto do casamento que viveram entre 2003 e 2005.

"Miguel e Mario são loucos um pelo outro. Graças a Deus muito amigos. Se veem sempre que podem. Com muita frequência. Nunca tivemos datas definidas", contou ela em entrevista exclusiva à Contigo!.

Nívea, que mora nos Estados Unidos desde 2017, revelou que também mantém um bom relacionamento com Mário e que se respeitam.

“Sempre foi e se Deus quiser sempre será. A gente se respeita e quer o bem um do outro. E o Miguel sempre foi prioridade para nós dois”, comentou. 

Atualmente, Nívea Stelmann é casada com o empresário Marcus Rocha, com quem tem uma menininha, Bruna Rocha.

O real motivo de deixar o Brasil

Nívea Stelmann já não mora mais no Brasil há cerca de cinco anos, quando resolveu se mudar com a família para a Flórida, nos Estados Unidos. A atriz, que pouco aparece nas telinhas brasileiras, abriu o coração e revelou o motivo de deixar o país natal ao participar do 'Faustão na Band', na última segunda-feira (25).

“Ela passou por um perrengue muito grande em uma época, chegando a morar nos Estados Unidos, quando teve a síndrome do pânico… Muita gente tem essa doença e não percebe que tem”, contou Faustão, abordando o assunto.

A artista, então, lamentou que o tema saúde mental seja pouco debatido. “Olha, as doenças mentais é como um grande tabu, deixando muitas pessoas apavoradas por achar que não se deve tocar nesse assunto. Mas essas doenças estão mais presentes em nossas vidas do que nunca, principalmente depois da pandemia, momento em que muita gente adoeceu”, disse.

Nívea deu mais detalhes sobre o motivo de deixar o Brasil. “Eu tinha muito medo de quando começava a escurecer, eu já queria ir logo para casa. O fato de escurecer, para mim, era uma coisa pavorosa. Eu me mudei para os Estados Unidos justamente por causa disso, além do grande medo da violência”, contou.

A situação fez com que ela e a família refletisse se valia a pena continuar vivendo de tal forma. “Quando a gente começa a sentir medo de viver, aí fica muito complicado. Eu tinha medo de ser assaltada, medo de dar um passo… Então, tem hora que a gente tem que dar uma recuada”, acrescentou.

{# Taboola Newsroom #}