AnaMaria
Famosos / Famosos

Nizo Neto critica comentário de Leona Cavalli após morte de seu filho: ''Sem noção''

A atriz teria defendido o uso de uma substância, utilizada em seu centro espiritual

Da Redação Publicado em 25/03/2021, às 18h40 - Atualizado em 22/04/2021, às 15h01

Nizo Neto e Leona Cavalli - Reprodução/Globo
Nizo Neto e Leona Cavalli - Reprodução/Globo

Nizo Neto contou de um episódio constrangedor que teve com a atriz Leona Cavalli após a morte de Rian Brito (1991 - 2016), filho do humorista que foi encontrado morto na Praia do Quissamã, no Rio de Janeiro. Segundo ele, o rapaz mudou de comportamento depois de tomar Ayahuasca, substância ingerida no centro espírita Porta do Sol, fundado por Leona.

"No caso dele foi um horror. Ele tomou Ayahuasca e pirou, teve um surto psicótico. Entrou num processo de anorexia, não queria mais comer, ficou uma caveira, um horror.Teve que internar em clínica psiquiátrica, os médicos perguntaram se ele fazia uso de alguma coisa, mas ele não tomava nada, não tomava chope. Não fumava baseado, nada", disse ele em entrevista ao podcast Inteligência Ltda.

Neto deu mais detalhes de como surgiu a ideia de se submeter à bebida.

"Mas, numa busca espiritual, foi tomar essa p**** e pirou. Tomou quatro doses. Tem gente que toma a vida inteira e não acontece nada, tem gente que bota na mamadeira e dá pro bebê e não acontece nada. A Ayahuasca você tem que tomar um copinho de café, deram pra ele um copo de água cheio", relatou.

Tempos depois, ele e Leona se reencontraram em uma festa de estreia, quando a atriz o abordou para falar sobre a repercussão negativa da Ayahuasca de seu centro.

“Ela vem e diz: 'Oi, tudo bom? Queria falar contigo. Porque ficou muito chata essa situação, queria que você entendesse que foi muito difícil pra mim'. Falei: 'Pera aí, você não é mãe, né? Foi difícil pra você, pra sua carreira? Meu filho morreu’”, contou.

"E você vem me dizer que foi muito difícil pra você? Vai à m****! Quer chamar a imprensa? Num coquetel de estreia? [Sem noção] Total. Idiota", finalizou Nizo, revoltado.