AnaMaria
Famosos / Uau!

Paolla Oliveira exibe curvas impecáveis em clique de biquíni: ''Espetacular''

A atriz aproveitou o dia de TBT nas redes sociais para relembrar passeio na praia

Da Redação Publicado em 27/05/2021, às 18h52 - Atualizado às 18h53

Paolla Oliveira  esbanjou beleza em clique na web - Instagram/ @paollaoliveirareal
Paolla Oliveira esbanjou beleza em clique na web - Instagram/ @paollaoliveirareal

As redes sociais estão repletas de recordações nesta quinta-feira (27). E já que é dia de TBT,Paolla Oliveiratambém aproveitou para compartilhar um clique antigo em sua conta oficial no Instagram. 

Na sequência de imagens publicadas pela artista, ela aparece de biquíni azul, esbanjando beleza e boa forma enquanto se refesca no mar. Na legenda, ela escreveu ape,nas '#tbt'. 

Ao se depararem com os cliques da musa, os fãs lotaram o post de elogios. "Espetacular", disse um seguidor. "Olha uma sereia", brincou outro internauta. "A musa do verão", completou um terceiro. 

CRITICOU
O presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido), foi parar nos assuntos do momento recentemente, por realizar um passeio de moto no Rio de Janeiro (RJ), com uma multidão de apoiadores. O ato contou com a presença de brasileiros que vieram de diferentes regiões do país, além de figuras públicas e ex-ministros, como Eduardo Pazuello.

Após cometer ao menos nove infrações gravíssimas, como a falta de uso de máscara e aglomeração, diversas celebridades foram às redes sociais para manifestar toda sua indignação contra a falta de responsabilidade do político em meio à caótica pandemia que o país enfrenta. 

Paolla Oliveira não ficou de fora e usou toda sua visibilidade para protestar através do Instagram. Em uma foto publicada pela atriz, onde a bandeira do Brasil surge em preta e branca com os dizeres “mortes em processo”, ela começou questionando: “Quanto vale a sua vida?”.

Na sequência, a global fez menção às mais de 400 mil vidas perdidas pelo novo coronavírus: “E a vida da sua avó, da sua mãe, do seu filho... Por que as vidas de mais de 450 mil pessoas é menor que a sua ou dos seus?”. “Que direito é esse de sair às ruas comemorando a morte, o descaso, a falta de vacina, a falta de leitos, a falta de vergonha?”, acrescentou.