famosos   / Desmentiu!

Paolla Oliveira solta o verbo após ser vítima de 'fake news': ''Tentam intimidar quem se opõe a esse governo''

Notícia falsa envolve nome da atriz e do presidente Jair Bolsonaro: ''Não vão me calar''

Da Redação Publicado quarta 15 setembro, 2021

Notícia falsa envolve nome da atriz e do presidente Jair Bolsonaro: ''Não vão me calar''
Paolla Oliveira desmentiu boatos envolvendo seu nome - Instagram/ @paollaoliveirareal

Paolla Oliveira usou as redes sociais, na noite desta quarta-feira (15), para desmentir uma notícia falsa envolvendo seu nome. É que um site divulgou que a atriz teria dito que, caso o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seja reeleito em 2022, a prostituição seria a única forma de sobrevivência de atrizes globais.

Indignada, a loira não se calou e soltou o verbo em seu perfil oficial no Instagram. “É mentira e é tão óbvio que é mentira. Primeiro que você nunca vai encontrar essa declaração minha falando sobre esse assunto, porque eu simplesmente nunca diria isso, envolvendo uma empresa e outras colegas e profissionais, inclusive. Não tem sentido. Pode jogar palavra por palavra no Google e não encontrará nada, além da mentira plantada”, garantiu a global.

“Mais uma narrativa tentando intimidar quem se posiciona ou se opõe a esse governo. Dessa vez fui eu a vítima. Sempre tive compromisso com a verdade e não vai ser agora que meu nome estará envolvido em notícias falsas (fake news)!", prosseguiu Paolla. 

RESPEITO
A artista ainda destacou que respeita todas as mulheres, independente da função que elas exercem: "Outra coisa, a prostituição não deveria servir como forma de atacar alguém. Eu tenho muito respeito por todas as mulheres, elas estejam desempenhando a função que for, por necessidade ou por vontade”.

"Combato a opressão, o abuso infantil, a exploração da mulher, o machismo, o sexismo, a misoginia, mas JAMAIS julgarei alguém por suas decisões. Pq eu tenho respeito pelo ser humano, ao contrário de quem perde tempo pra inventar mentiras", afirmou.

Por fim, a atriz destacou que é livre para se posicionar. "Não vão me calar sobre absolutamente nenhum dos meus posicionamentos, porque eles são meus e sou livre pra fazê-los. E no Dia Internacional da Democracia, temos um exemplo de como tiranias agem contra cidadãos", concluiu. 

Nos comentários, a famosa recebeu apoio de fãs, amigos e colegas de trabalho. "Gente… A que ponto chegaram. Que vergonha, que tristeza. Que tempos esses, sinto muito, querida", disse Júlia Lemmertz. "Minha solidariedade a você, a todas as mulheres e todas as pessoas que sofrem esse assassinato de reputação pelas fake news. É uma vergonha um país que tenha um presidente que defenda isso. É um buraco que caímos, mas vamos sair", falou Alexandre Nero. "Nem a Paolla tem paz!", completou um terceiro.  

 

 

Último acesso: 20 Oct 2021 - 07:29:56 (1150054).