AnaMaria
Famosos / Violência doméstica

Pocah desabafa sobre relacionamento abusivo e agressões: ‘‘Achei que ia morrer’’

Aos 16 anos, cantora foi vítima de violência física e psicológica

Da Redação Publicado em 10/08/2021, às 10h56 - Atualizado às 10h57

Para denunciar casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, disque 180 - GNT
Para denunciar casos de violência doméstica e familiar contra a mulher, disque 180 - GNT

Pocahabriu o coração, na última segunda-feira (9), em um relato importante e emocionante sobre um relacionamento abusivo que viveu na adolescência. A cantora participou de uma entrevista ao programa ‘Papo de Segunda’ e revelou, em conversa com Fábio Porchat, que sofria violência física e psicológica. Apesar disso, ela demorou anos para conseguir colocar um fim na relação devido ao medo e às ameaças que recebia. 

"Eu vivi muitos anos com essa pessoa e comecei a namorar muito nova [aos 16 anos]. Esse relacionamento, ele é completamente conturbado, era infernal pra mim e pra quem estivesse ao meu redor", disse a cantora. 

Segundo ela, mesmo com os conselhos dos amigos e da família, ela se via presa na relação. "Era terrível. Eu via o quanto era tóxico, e as pessoas falavam o quanto. Eu tentava de todas as formas me livrar daquilo". 

Viviane Pereira, seu nome de batismo, afirmou que até as suas crenças eram questionadas pelo agressor. "Havia agressões físicas, verbais e psicológicas, manipulação. Sou uma pessoa que tem uma ligação com Deus muito grande, e essa pessoa usava a minha fé", continuou. 

Após perdoar os abusos do ex-namorado, Pocah contou que quase ficou cega de um olho e chegou a acreditar que não iria sobreviver. "Eu perdoei uma, duas vezes, três vezes e muito mais. Porque eu tinha medo das ameaças. Tinha medo de morrer em diversos momentos, em meio a essas brigas. A sensação que eu tinha é que eu já estava morrendo", desabafou. 

Ao final, a funkeira revelou que luta diariamente para que outras mulheres, incluindo a filha Vitória, de 5 anos de idade, não sofram com a mesma situação. Atualmente, ela está noiva de Ronan Souza - para quem vive compartilhando declarações apaixonadas nas redes sociais. 

COMO DENUNCIAR

Para denunciar situações de abuso e violência, como as enfrentadas por Pocah, é possível recorrer à Central de Atendimento à Mulher, que busca oferecer apoio e assistência às vítimas. Basta ligar para o número 180, baixar o aplicativo Direitos Humanos Brasil (disponível para Android ou iOS) ou acessar o site da Ouvidoria Nacional de Diretos Humanos (ONDH) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).