AnaMaria
Famosos / REALEZA

Príncipe Philip deixou R$ 224 milhões da herança a três funcionários, afirma jornal

Generoso, o marido da Rainha Elizabeth II teria incluído até o Príncipe Harry no testamento

Da Redação Publicado em 28/05/2021, às 08h41 - Atualizado às 08h41

O príncipe faleceu em 9 de abril, aos 99 anos - Instagram/@theroyalfamily
O príncipe faleceu em 9 de abril, aos 99 anos - Instagram/@theroyalfamily

Príncipe Philip, que faleceu aos 99 anos de idade no início do mês de abril, deixou uma generosa parte de sua fortuna a três importantes funcionários do palácio. De acordo com reportagem do The Sun, publicada na última quinta-feira (27), a quantia seria equivalente a 30 milhões de libras - cerca de R$ 224 milhões na cotação atual. 

As informações apontam que o motivo da contribuição seria um agradecimento final àqueles que estiveram ao lado do Duque de Edimburgo até os seus últimos momentos de vida, considerados os seus “homens-chaves”. 

"Ao contrário de alguns outros membros da realeza, Philip foi generoso com os três homens que cuidaram dele. Isso inclui seu secretário particular, brigadeiro Archie Miller Bakewell, seu pajem William Henderson e o criado pessoal Stephen Niedojadlo", afirmou uma fonte ao jornal.

Segundo o informante, a fortuna será dividida entre os três homens, porém não foi informado se igualmente ou de outra forma. Além disso, o testamento também distribuiu a maior parte dos bens à Rainha Elizabeth II, aos filhos e netos do monarca. 

FAMÍLIA

Quanto à Família Real Britânica, a reportagem deixou claro que todos os membros foram incluídos na divisão da fortuna de Príncipe Philip - até mesmo o Príncipe Harry, que deixou a monarquia e expôs os bastidores da família real recentemente

O The Sun afirmou que o Duque não era uma pessoa rancorosa, do tipo que "pune um neto por se comportar mal", e que a realeza teve tempo suficiente para "resolver todas as questões jurídicas para não atrair impostos sobre a herança".

Vale lembrar que o Príncipe Philip faleceu no dia 9 de abril deste ano, aos 99 anos, pouco antes de comemorar o centésimo aniversário. A certidão de óbito aponta que a causa da morte foi a “idade avançada”. O marido da Rainha Elizabeth II deixou para trás quatro filhos, oito netos e dez bisnetos.