AnaMaria
Famosos / Agradecimento

Rafael Vannucci, filho de Vanusa, agradece mensagens de carinho que recebeu após a morte da mãe

Cantora morreu em decorrência de uma insuficiência respiratória

Da Redação Publicado em 12/11/2020, às 11h41 - Atualizado às 11h42

Rafael, filho de Vanusa, agradeceu pelas mensagens de carinho - Instagram/ @rafavannucci
Rafael, filho de Vanusa, agradeceu pelas mensagens de carinho - Instagram/ @rafavannucci

Rafael Vanucci, filho da cantora Vanusa, usou as redes sociais na última quarta-feira (11) para se pronunciar sobre a morte de sua mãe, ocorrida no domingo (08). 

No Stories de seu Instagram, o empresário fez questão de agradecer pelas inúmeras mensagens de carinho que recebeu do público.

"Estou em Goiânia, na minha casa, me reestabelecendo. Fui abrir meu WhatsApp e eu recebi mais de 5 mil mensagens de muito amor, carinho, respeito por mim e pela minha mãe. Queria agradecer cada um de vocês", disse Rafael.

Por fim, ele lamentou por não conseguir responder à todos. "Me senti muito amado e respeitado. Estou passando para agradecer. Infelizmente, não consigo responder todo mundo. Mas fica minha eterna gratidão", completou, emocionado. 

MORTE
A cantora Vanusa, de 73 anos, morreu na manhã do último domingo (8), na casa de repouso em Santos (SP), onde morava há mais de 2 anos.

Segundo comunicado da família, a morte foi decorrência de uma insuficiência respiratória. Antes, ela havia passado 32 dias internada por conta de uma pneumonia, e precisou respirar com a ajuda de aparelhos.

Natural da cidade de Cruzeiro (SP), Vanusa Santos Flores nasceu em 22 de agosto de 1947. Criada nas cidades mineiras de Uberaba e Frutal, aos 16 anos tornou-se vocalista do conjunto Golden Lions, um dos grandes passes em sua carreira de cantora.

Em uma das apresentações da banda, foi ouvida por Sidney Carvalho, da agência de propaganda Prosperi, Magaldi & Maia, que a convidou para ir a São Paulo. 

Em 1966, durante os últimos anos do movimento cultural Jovem Guarda, apresentou-se no programa ‘O Bom’, de Eduardo Araújo, na extinta TV Excelsior de São Paulo. Logo, teve seu talento reconhecido e bombou com a canção ‘Pra Nunca Mais Chorar’. Ela participou do programa ‘Jovem Guarda’, da TV Record, em suas duas últimas edições, em 1968.