AnaMaria
Famosos / Famosos

Rainer Cadete diz que o filho de 14 anos não assiste 'Verdades Secretas': ''Ouve falar entre os amigos''

Rainer Cadete interpreta o booker Visky nas duas temporadas da novela da Globo, que possui classificação adulta

Da Redação Publicado em 11/11/2021, às 12h35 - Atualizado às 12h58

Rainer Cadete e Pietro, de 14 anos - Reprodução/Instagram
Rainer Cadete e Pietro, de 14 anos - Reprodução/Instagram

O ator Rainer Cadete, intérprete de Visky, um dos personagens de destaque de ‘Verdades Secretas’, revelou que seu filho, Pietro, de 14 anos, não assiste a novela. Apesar do jovem fazer teatro e se interessar pelas temáticas abordadas na trama adulta, Rainer destaca que o diálogo é a melhor forma de esclarecer tudo.

“Meu relacionamento com Pietro é especial desde que ele nasceu. Agora ele está com 14 anos e os hormônios estão em ebulição. Tem vários questionamentos novos e o diálogo é a base de tudo na vida. Sempre tive na minha cabeça que, a medida que ele fosse tendo dúvidas, eu não mentiria e nem omitiria. Lá em casa é assim”, explicou o artista em entrevista ao Gshow.

Segundo Cadete, o personagem de ‘Verdades Secretas’ quase sempre é assunto de estudo e observações: “O Visky é um tema. Ele não assistiu as ‘Verdades Secretas 1’ nem assiste a 2. Agora ele ouve falar muito do Visky entre os amiguinhos dele”.

“Existe um interesse muito grande do jovem em falar sobre erotismo e o que é a sexualidade. Falo sobre esses temas abertamente. Acho importante não termos esses tabus que tínhamos quando criança. Não precisa mais. Chega de hipocrisia né, Brasil?”, indagou ele.

DEBATE
Visky, inclusive, foi inspiração para diversos telespectadores questionarem e reconhecerem a própria sexualidade.

“Por causa do Visky várias pessoas chegaram em mim e disseram que tiveram a oportunidade de falar com seus pais, suas mães, sobre a sua sexualidade. Os pais gostam do Visky e por isso falam para eles: ‘Ah, meu filho, não tem problema, eu te aceito’. Acho isso muito legal, quando a gente, além de entreter, leva o debate para dentro das famílias”, celebrou.