AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Rainha Elizabeth adquire cachorrinhos novos para amenizar a dor do luto

A monarca perdeu o marido na última sexta-feira (9)

Da Redação Publicado em 11/04/2021, às 11h47 - Atualizado às 15h13

Rainha Elizabeth adquire cachorrinhos para aliviar dor do luto - Instagram/@theroyalfamily e Reprodução/Pixabay
Rainha Elizabeth adquire cachorrinhos para aliviar dor do luto - Instagram/@theroyalfamily e Reprodução/Pixabay

Não é fácil enfrentar a dor do luto, ainda mais quando se perde um companheiro com quem você compartilhava a vida há 74 anos. Mas parece que a Rainha Elizabeth encontrou em seus novos cachorrinhos um escape para aliviar o sofrimento da morte do marido, Príncipe Philip. 

Os filhotinhos da raça corgi foram adquiridos quando o companheiro ainda estava internado. Os dois levam o nome Fergus e Muick, fazendo referência ao tio da rainha que morreu durante a Batalha de Loos, em 1915, e à um lago do castelo de Balmoral. 

Segundo informações cedidas por amigos da família real ao tabloide Daily Mirror, Elizabeth não desejava mais ter cachorros desde que perdeu seu fiel amigo Whisper, em meados de 2018.

"A Rainha ficou com apenas um cachorro no final do ano passado. Ela decidiu não receber mais porque não achava justo na sua idade", revelou uma fonte.

"Mas seria impensável para ela não ter nenhum. É como se a Torre de Londres não tivesse nenhum corvo. Os novos cachorrinhos são adoráveis", finalizou.

Essa é a raça preferida da rainha, ela ganhou seu primeiro cachorro em 1944, quando completou 18 anos. Sua paixão pelos pets é tão grande que a monarca chegou a levá-los para aproveitar a lua de mel com Philip. 

LUTO
O perfil oficial da família real britânica anunciou, na manhã desta sexta-feira (09), o falecimento do príncipe Philip, Duque de Edimburgo, aos 99 anos. O marido da rainha Elizabeth II enfrentava complicações de saúde desde fevereiro, quando foi internado “como medida de precaução” após se sentir mal, conforme divulgado pela BBC. 

Na ocasião, Philip teve que ser submetido a uma cirurgia cardíaca e recebeu alta do hospital um mês depois, em meados de março. Apesar disso, a causa oficial da morte ainda não foi confirmada. 

Em comunicado, a realeza lamentou a perda do, até então, homem mais velho da História da monarquia britânica. Philip iria completar 100 anos em julho deste ano, enquanto Elizabeth II tem 94 anos.

“É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real, o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo. Sua Alteza Real faleceu pacificamente esta manhã no Castelo de Windsor”, disse a publicação.
Na sequência, prometeu trazer mais informações sobre o ocorrido através do site oficial. “A Família Real junta-se a pessoas de todo o mundo no luto por sua perda. Novos anúncios serão feitos oportunamente”.

{# Taboola Newsroom #}