AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Restaurante de Paola Carosella é alvo de bolsonaristas e chef responde com ‘L de Lula’

Homem filmou a fachada do restaurante em Brasília e incitou seus seguidores a “boicotar a casa”

Da Redação Publicado em 05/07/2022, às 16h39

Paola Carosella responde bolsonarista com 'L de Lula' - Instagram/@paolacarosella
Paola Carosella responde bolsonarista com 'L de Lula' - Instagram/@paolacarosella

A chef Paola Carosella entrou para a lista de personalidades a levantarem o ‘L de Lula’ em apoio ao candidato. A manifestação da chef foi uma resposta a um bolsonarista que filmava a fachada de seu restaurante La Guapa, em Brasília, e incitava seus seguidores a boicotarem o estabelecimento, na última segunda-feira (04).

O autor da gravação disse que ela é “aquela que detesta brasileiros patriotas”. O homem ainda continuou: “vamos boicotar a casa aqui para ela voltar pra Argentina”, disse, fazendo referência à nacionalidade da ex-masterchef.

De dentro do restaurante, imediatamente Paola ergue a mão e repete algumas vezes o gesto do ‘L de Lula’, com as mãos. De onde estava gravando, a alguns metros da entrada, o bolsonarista ainda pergunta se é a dona do lugar ali dentro, ao que ela, sem hesitar, responde afirmativamente. Veja o vídeo:

NA MIRA DOS BOLSONARISTAS

Na verdade, Carosella vem sendo atacada por apoiadores do presidente Bolsonaro desde Maio, depois de participar de um episódio do ‘Dia Podcast’.

Em dado momento do programa, a apresentadora havia sido questionada a respeito de como lidava com os eleitores de Bolsonaro que ainda o apoiam. Paola respondeu que “é muito difícil se relacionar com quem apoia Bolsonaro por dois motivos: ou porque é um escroto, ou porque é burro”.

A chef de cozinha ainda disse que está claro que o chefe do Executivo não tem planos para o país e que “luta contra um comunismo inexistente”.

O trecho da entrevista viralizou nas redes sociais, nesta segunda-feira (23), subindo aos trending topics do Twitter, onde influenciadores bolsonaristas manifestaram a sua revolta contra a fala da argentina.

O lutador Renzo Gracie foi um dos críticos de Paola e pediu um boicote ao seu restaurante, na capital paulista. “Vai ter que voltar à Argentina", escreveu em um tweet.