AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Reynaldo Gianecchini e outros famosos se reúnem para campanha 'Cefaleia em Salvas'

Artistas se mobilizaram em prol da conscientização de cefaleia em salvas

Da Redação Publicado em 21/03/2022, às 15h54

Famosos se unem na campanha 'Cefaleia em Salvas' - Instagram/@reynaldogianecchini, @simonezucato e @niveamaria_oficial
Famosos se unem na campanha 'Cefaleia em Salvas' - Instagram/@reynaldogianecchini, @simonezucato e @niveamaria_oficial

A Cefaleia em Salvas é, entre todos os tipos de dores de cabeça, o incômodo mais intenso e incapacitante, ainda mais sendo uma condição que não tem cura. Por isso, todo dia 21 de março, vários internautas e famosos se reúnem para a campanha de conscientização da doença - e em 2022 isso não foi diferente!

Nesta segunda-feira (21), nomes de peso como Reynaldo Gianecchini, Nívea Maria, Isabela Garcia e Simone Zucato, por exemplo, usaram seus perfis nas redes sociais para usar uma camiseta informativa e levantar reflexões para uma causa mais do que importante.

“A Cefaleia em Salvas é um tipo de dor de cabeça diferente e única (...). Nossa campanha visa conscientizar sobre a existência dessa dor e alertar sobre a importância do diagnóstico correto para se obter sucesso no tratamento”, afirma a neurologista Maria Eduarda Nobre, membro da Sociedade Brasileira de Cefaleia.

Em relação à doença, vale ressaltar que as crises são sempre do mesmo lado da cabeça, geralmente em torno do olho. Junto do incômodo, os olhos ficam lacrimejando, além do nariz entupido e a pálpebra caída, tudo isso no mesmo lado da dor.

Em geral, a dor dura de 45 minutos a 1 hora e pode acontecer em qualquer horário do dia, sendo mais comum durante a madrugada. Esse período em que as crises acontecem duram de 2 a 3 meses e é chamado ‘período da salva’. O ciclo se repete por toda a vida e, por isso, é denominado Cefaleia em Salvas.

Segundo Maria Eduarda, ainda não há uma cura para a doença, mas o tratamento durante o período da salva pode controlar as crises e promover uma melhor qualidade de vida - isso sempre ao lado de um acompanhamento profissional.

Além disso, é importante ressaltar que, muitas vezes, os portadores de Cefaleia em Salvas são diagnosticados com enxaqueca, fazendo o tratamento errado e piorando o incômodo. Assim, é de extrema importância ir em profissionais que reconheçam o diagnóstico correto.

Confira os posts!

{# Taboola Newsroom #}