AnaMaria
Famosos / Polêmica!

Rodrigo Maia acredita que presidente Jair Bolsonaro é gay: ''Não consegue assumir''

Deputado federal deu a declaração em entrevista ao podcast 'Derrete'

Da Redação Publicado em 03/09/2021, às 11h33 - Atualizado às 11h33

Presidente Jair Bolsonaro ao lado de Rodrigo Maia - Antonio Cruz/Agência Brasil
Presidente Jair Bolsonaro ao lado de Rodrigo Maia - Antonio Cruz/Agência Brasil

A briga entre Rodrigo Maia e o presidente da república Jair Bolsonaro (sem partido) ganhou mais um episódio, na última quinta-feira (2). Acontece que o deputado federal polemizou ao declarar, em entrevista ao podcast 'Derrete', que o chefe do Estado é homossexual, pontuando que ele não respeita e nem mesmo sente atração por mulheres.

"Eu tenho uma grande dúvida [se o Bolsonaro é gay]. Eu acho que é. Não tem nenhum problema. Não tem uma mulher trabalhando com ele que ele admire, que ele tenha respeito. Não gosta", disparou o ex-presidente da Câmara dos Deputados.

Para Maia, a reputação militar de Bolsonaro tornou-se um empecilho para que ele pudesse assumir sua orientação sexual. "Como ele tem uma formação militar, que é muito reacionária, muito atrasada nesse aspecto, ele prefere dizer que é machão", opinou.

"Ele não consegue assumir o que ele é", finalizou.

Confira o vídeo:

PREMIADO

Jair Bolsonaro (sem partido) encontrou alguns de seus apoiadores, na última terça-feira (31), no cercado do Palácio da Alvorada. Durante o encontro, o presidente mostrou um presente que ganhou de um fã do "Clube Bolsonaro". As informações são do jornal Correio Braziliense.

O objeto se tratava de uma medalha, um brochezinho com uma foto do político ao meio e, ao redor, três dos seus dizeres mais famosos: “imorrível”, “imbrochável” e “incomível”. As palavras inventadas por Bolsonaro foram separadas por estrelas e, no topo da medalha,  é possível ler o nome do seu clube de fãs.

Durante o encontro com seus seguidores, o presidente, sem máscara, mostrou a medalha e se divertiu ao dizer: “Eu sou esse cara aqui, ó. Leia aqui. Mulher não pode ver isso não! [...] Essa medalha aqui não é qualquer um que tem não!”