AnaMaria
Famosos / Reflexão

Samara Felippo opina sobre comentário de Marina Ruy Barbosa: ''Criança ruiva morre por isso?''

Recentemente, Marina compartilhou uma publicação falando de representatividade ruiva

Da Redação Publicado em 02/09/2021, às 08h32 - Atualizado às 08h33

Samara Felippo refletiu sobre publicação de Marina Ruy Barbosa - Instagram/@sfelippo/@marinaruybarbosa
Samara Felippo refletiu sobre publicação de Marina Ruy Barbosa - Instagram/@sfelippo/@marinaruybarbosa

Samara Felippo resolveu opinar sobre a publicação de Marina Ruy Barbosa que repercutiu nas redes sociais nos últimos dias, referente à "representatividade ruiva". Nos stories do Instagram, na última quarta-feira (2), a atriz explicou seu ponto de vista e afirmou que a fala da jovem é problemática. 

"Há uma problemática sim. Eu não tô aqui para apedrejar a Marina, eu sou contra o linchamento virtual. Mas eu achei um vídeo que fala tudo que eu queria falar", iniciou Samara.

"Essa palavra 'representatividade' não pode vir vazia e sem contexto. [...] Óbvio que uma criança vai olhar pra Marina, vai olhar pra Ariel, vai olhar pra Viúva Negra e se identificar. O que a gente tá falando é: essa criança ruiva morre por causa disso? É excluída por causa disso?", continuou. 

Em seguida, Samara exemplificou seu raciocínio. "Essa mãe tem que lutar por alguma coisa porque essa criança é ruiva? Ela quer mudar seus traços, seu cabelo, sua pele por conta disso? É só reflexão, gente", finalizou. 

Vale lembrar que Samara é mãe de duas meninas negras, Lara, de 8 anos, e Alícia, de 12. Elas são frutos do antigo casamento com o jogador de basquete Leandrinho

ENTENDA
Uma publicação de Marina Ruy Barbosa repercutiu nas redes sociais e gerou debates. Isso porque a atriz recompartilhou um vídeo em que duas crianças ruivas aparecem admirando uma publicidade sua na rua. A legenda das imagens dizia: "Depois falam que representatividade não é importante". 

Na web, o post gerou comentários reflexivos e comparativos. "É legal a menininha ruiva ver outra pessoa com a mesma cor de cabelo dela? Sim, é muito legal. É representatividade? Não, porque não é como se ruivos deixassem de ser representados de propósito por preconceito da sociedade como negros, LGBTs e PcDs", escreveu uma internauta. 

Diante das críticas, Marina resolveu se pronunciar e rebateu em seu Twitter: "Sério que vocês estão problematizando um stories que eu apenas repostei com fãs mirins? Gente, pelo amor né. Tantas coisas mais importantes pra vocês se preocuparem."