AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Saxofonista Derico Sciotti sobre Jô Soares: ''Como um pai para mim''

Apresentador e humorista morreu na madrugada desta sexta-feira (5)

Da redação Publicado em 05/08/2022, às 11h55

Derico Sciotti em entrevista ao 'Bom Dia São Paulo' - Globo
Derico Sciotti em entrevista ao 'Bom Dia São Paulo' - Globo

O saxofonista Derico Sciotti, que trabalhou com Jô Soares no 'Jô Soares Onze e Meia' e no 'Programa do Jô', lamentou a morte do apresentador. Emocionado, ele deu uma entrevista ao 'Bom Dia São Paulo', nesta sexta-feira (5), e falou sobre a relação fraterna que tinha com o humorista.

"É triste ter que acordar assim. Era 6h da manhã, meu celular começou a bater. A gente pensa no pior. Comecei a ver um monte de mensagens de 'meus sentimentos', aí eu abri a notícia e vi a morte do Jô. É muito triste mesmo. Eu tenho um carinho, fiquei 28 anos lá [nos programas], metade da minha vida ao lado do Jô. E praticamente metade da vida profissional dele", relembrou.

Derico definiu como "privilégio" a oportunidade de conviver tantos anos com o artista. "Ele foi e é uma pessoa incrível, uma espécie de um pai pra mim", falou.

Durante a entrevista, Derico contou que Jô fazia questão de ressaltar que o talk show não era feito sozinho e sim com uma grande equipe. "Ele falava que não fazia programa sozinho, que, apesar de ser o Programa do Jô, a gente fazia parte do programa, ele sempre deu abertura pra a gente desenvolver nossas capacidades [...] Era uma pessoa diferenciada."

Em determinado, o músico riu ao relembrar das históris do artista, fato que fez Rodrigo Bocardi comentar: "Jô Soares é capaz de provocar ao mesmo tempo choro de tristeza por sua partida e de alegria por tanta coisa boa que ele fez, que ele nos trouxe."

"Jô foi como um pai pra mim. Eu tive um pai maravilhoso, mas o Jô foi um pai diferente. Fez o que só ele poderia fazer como profissional e como tutor. Ele me ajudou de uma forma que não tenho capacidade de externar tudo que ele fez por mim", disse Sciotti.

A ÚLTIMA CONVERSA

O laço profissional de Derico e Jô acabou em 2016, com o fim do 'Programa do Jô'. No entanto, os dois mantivaram o contato. Tanto que, um dos sonhos do saxofonista era gravar uma conversa com o amigo para deixar registrada.

"Eu forçava a barra, ligava pra ele, falava deixa eu ir aí, vamos conversar, deixa eu registrar um papo falando sobre coisas da vida. Não deu tempo. Uma pena. Como a gente se divertiu, como era legal trabalhar aí [na Globo]. Fico feliz de ter tido a oportunidade", concluiu.

Jô Soares morreu na madrugada desta sexta-feira (5), em São Paulo (SP). A causa da morte não foi divulgada. O humorista estava internado desde o último dia 28, para tratar de uma pneumonia. O funeral será restrito à família e aos amigos.