AnaMaria
Famosos / Demência

Sean Connery sofria de demência, revela esposa do ator

Ator foi o primeio 007 da franquia de James Bond

Da Redação Publicado em 01/11/2020, às 12h04 - Atualizado às 12h07

Sean Connery tinha demência - Divulgação
Sean Connery tinha demência - Divulgação

O ator escocês Sean Connery, que morreu no sábado (31), aos 90 anos, sofria de demência e se foi "em paz". Pelo menos foi o que disse a esposa do eterno James Bond.

“Ao menos ele morreu enquanto dormia e foi tranquilo. Estive com ele o tempo todo e simplesmente desmaiou. Era o que ele queria”, disse Micheline Roquebrune, que era casada com Sean desde 1975.

“Ele tinha demência e isso realmente teve efeitos negativos sobre ele”, disse ela ao tabloide Mail Online. "Ele era magnífico e tivemos uma vida maravilhosa juntos", contou.

Na sequência, a pintora francesa disse que sentirá falta do amado.

"Vai ser muito difícil sem ele, eu sei. Mas não poderia durar para sempre e ele se foi em paz", acrescentou.

MORTE

Sean Connery morreu no último sábado (31), ao lado de sua família, em Nassau (Bahamas). Segundo seu filho, Jason, o ator não estava bem há algum tempo.

Durante seus 50 anos de carreira, ele venceu um Oscar, dois Bafta e três Globos de Ouro. O enterro será exclusivo para a família, que pretende organizar uma cerimônia após a pandemia de Covid-19.