AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria

Sérgio Reis nega participação em nova 'Pantanal' para não dar Ibope à Globo

Após atuar na primeira versão de 'Pantanal', Sérgio Reis diz que não quer dar ibope para a Globo

Da Redação Publicado em 25/05/2022, às 14h51

Sérgio Reis participou da primeira versão da novela 'Pantanal', ainda na Manchete. - Instagram/@serjaooficial
Sérgio Reis participou da primeira versão da novela 'Pantanal', ainda na Manchete. - Instagram/@serjaooficial

Sérgio Reis afirmou que não participaria da nova versão de 'Pantanal' por não querer se aliar à Globo, que produz a novela. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o cantor sertanejo disse que não pretende ajudar a emissora em nada.

Ele participou da primeira versão da novela de Bendito Ruy Barbosa nos anos 1990, na Manchete, como o personagem Tibério, atualmente interpretado por Guito. Uma outra curiosidade é que o autor ficava hospedado em sua fazenda, no Pantanal, na época em que a trama original era escrita.

Apesar da afirmação, ele negou ter sido chamado pela TV Globo por culpa de sua posição política. "Eu sou Bolsonaro. Quem é Bolsonaro eles não põem. Entendeu? Aí eu não vou. Não vai acrescentar nada à minha vida. Não quero fazer nada com a Globo", afirmou o cantor.

SÓ ASSISTE MESMO

Para o jornal, ele declarou que assiste a atual versão da novela, mas reclamou que mudaram muito a história. "O Tibério é por sinal um bom ator, bigodudo, bom para cacete [refere-se a Guito, ator revelação da novela]. Eu o vi conversando com José Leôncio sentado na mesa. Isso nunca teve, nunca sentei para conversar com ele."

POLÊMICA

Sérgio Reis foi parar nos assuntos da época, em agosto de 2021, após se envolver em uma verdadeira polêmica. Acontece que o cantor teve um áudio seu vazado, em que afirma que os caminhoneiros parariam o país, com o apoio dos produtores de soja, caso o STF (Supremo Tribunal Federal) não afastasse todos os ministros de seu cargo.

"Se em 30 dias não tirar os caras, nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra. Pronto. É assim que vai ser. E a coisa está séria", diz o cantor.

O objetivo da manifestação era trazer de volta o voto impresso, cuja PEC (Proposta de Emenda à Constituição) foi rejeitada na Câmara dos Deputados recentemente - a medida precisava de, no mínimo, 308 votos favoráveis para ser aprovada, porém recebeu apenas 229. "Não é um pedido, é uma ordem. Assim que eu vou falar com o presidente do Senado", garantiu ele.

{# Taboola Newsroom #}