famosos   / Críticas

Sonia Abrão critica declarações de Nego do Borel: ''Não adianta chorar agora''

Cantor foi expulso de 'A Fazenda 13' e se pronunciou sobre o ocorrido nas redes sociais

Da Redação Publicado terça 28 setembro, 2021

Cantor foi expulso de 'A Fazenda 13' e se pronunciou sobre o ocorrido nas redes sociais
Sonia Abrão critica declarações de Nego do Borel - Rede TV!

Sonia Abrão usou parte de seu programa na Rede TV!, o 'A Tarde é Sua', para detonar o pronunciamento de Nego do Borel, que foi expulso de 'A Fazenda 13' por acusação de abuso sexual. Na última segunda-feira (27), a apresentadora criticou a declaração do cantor de que pensava em cometer suicídio. 

"Não adianta chorar agora. Seja homem com H e enfrente a situação. Não use essa história de acabar com a própria vida, pois não vai comover ninguém, nem mexer com o senso de justiça de quem está tentando punir o responsável. Vamos criar juízo", iniciou Sonia. "Pense na sua mãe, que fez um apelo por você como toda mãe faria. Ela te quer vivo e assumindo as consequências pelo que fez, se realmente fez", disse. 

Ela afirmou ainda que Nego precisa "pagar pelos seus atos", seguindo o que for constatado nas investigações da polícia, e que deveria usar seu tempo tentando provar que é inocente.

"Você disse com todas as letras que não é estuprador. Então vá à luta. Mas dizer que as pessoas não te ouvem não muda a situação, a denúncia é outra e precisa ser explicada. Procura uma terapia e reflita sobre a vida que te levou até essas situações recorrentes. Batalhe para provar a sua inocência", falou. 

Para a apresentadora, o funkeiro prejudicou ainda mais a própria imagem, ainda que prove a inocência no futuro, uma vez que entrou no reality show com diversas as acusações feitas por ex-namoradas por violência doméstica. “Ele sem noção, sem juízo, sem responsabilidade sai menor do que quando entrou”, opinou Abrão. 

"Tudo é passível de investigação e que tudo isso ocorra de maneira correta e profunda. Que nenhum detalhe escape. Todas as imagens e diálogos estão aí, material não falta para a polícia e investigação", comentou Sonia.

ENTENDA
Nego do Borel foi expulso de 'A Fazenda 13', na tarde do último sábado (25), após os telespectadores acusarem o cantor de estuprar a modelo Dayane Mello, enquanto ela estava bêbada.

A polêmica ficou ainda maior quando, em imagens transmitidas através do Playplus, internautas identificaram que Dayane pediu diversas vezes para que cantor ‘parasse’, sem que fosse possível assistir à cena com clareza. A ex-participante do ‘Gran Fratello’ ainda afirmou que não se lembra dos acontecimentos da noite anterior. O caso será investigado pela Polícia Civil de São Paulo. 

PRONUNCIAMENTO
Após deixar o programa, Nego usou as redes sociais para se pronunciar sobre a expulsão, negando as acusações e alegando que sofre de depressão. 

"Eu não vi maldade, eu não tive maldade na hora", justificou. "Como a Adriane Galisteu falou na apresentação, que quando uma mulher tá alcoolizada e ela fala que 'não é não' e 'sim também é não', vocês podem ver na filmagem que quando ela [Dayane] fala pra mim 'não', eu vou dormir. A gente não faz mais nada, a gente não transa", disse.

O cantor confessou ainda que está triste pela desclassificação. "Não sei mais o que eu falo. Minha palavra não tem importância", lamentou. "Eu dormi do lado de uma pessoa que sim, estava alcoolizada. Eu estava sim, querendo ficar com ela, e ela querendo ficar comigo. E vocês podem ver que depois da noite que a gente dormiu junto, ela fala que quer dormir comigo de novo", afirmou. 

Nego, então, disse que estava pensando em suicídio. "Vou acabar tirando a minha própria vida, não estou blefando", alertou. "Tô querendo saber o que eu fiz pra merecer tanto ódio. Por que isso, mano?", questionou. "Se eu fosse um bandido, [por] tudo o que eu fui acusado, era pra eu estar preso. E eu tô aqui dentro de casa, sofrendo um pré-julgamento da galera da internet, do Brasil. Vamos esperar a polícia apurar tudo."

"Saí de um reality que eu fiz amizade. Eu estava feliz. Mais uma coisa que eu perdi. Eu não sei mais o que eu faço da minha vida. Esse é o racismo na cara da sociedade. É porque eu sou preto? Porque sou funkeiro? Porque vim da favela? Vocês vão tirar a minha vida. Estou depressivo, mal e muito quebrado. Não sou um monstro, não sou um estuprador", disse. 

Último acesso: 30 Nov 2021 - 17:02:39 (1150492).