AnaMaria
Famosos / Esporte

Substituto de Gabriel Medina avança para as quartas de final do Campeonato Mundial de Surfe

Caio Ibelli é único brasileiro na etapa; ele é o substituto de Gabriel Medina

Da Redação Publicado em 17/02/2022, às 14h48

Caio Ibelli disputará pela primeira vaga na semifinal - Instagram/@caioibelli
Caio Ibelli disputará pela primeira vaga na semifinal - Instagram/@caioibelli

O surfista Caio Ibelli chegou às quartas de final do Campeonato Mundial de Surfe, do WSL. O atleta, que está substituindo Gabriel Medina nas primeiras etapas, é o único brasileiro a avançar na competição.

No Havaí, Caio venceu duas baterias nas provas da primeira fase do evento 'Hurley Pro Sunset Beach', que aconteceram na praia de Sunset Beach, em Oahu, no Havaí, na última quarta-feira (16). Assim, já classificado, ele irá para a segunda etapa, que acontecerá nesta quinta-feira (17), disputando a primeira vaga para as semifinais contra o havaiano Ezekiel Lau.

Os números de Ibelli também surpreenderam os jurados. As praias de Sunset são conhecidas por terem ondas bem grandes e, driblando todas elas, o surfista recebeu nota 8 em sua bateria, somando 13.10 ao final da etapa.

Infelizmente, os outros brasileiros que estavam participando foram desclassificados nesta primeira etapa do campeonato. Filipe Toledo, Deivid Silva e Ítalo Ferreira deixaram a competição ainda nas oitavas de final.

Caio Ibelli na WSL
Caio Ibelli. Foto: Brent Bielmann/WSL

MEDINA NÃO PARTICIPOU

O surfista Gabriel Medina anunciou que se afastará do circuito mundial de surfe para cuidar de sua saúde. Tricampeão mundial, o atleta comunicou sua desistência da primeira etapa da Liga Mundial de Surfe por meio de suas redes sociais.

Em seu Instagram, Medina compilou alguns de seus momentos favoritos no surfe e explicou, publicamente, o motivo que o levou a não participar das primeiras provas, que estão acontecendo em Pipeline, no Havaí. Segundo ele, além das lesões físicas, também há algumas questões emocionais que ele precisa cuidar antes de voltar às águas.

“Venho de meses muito desgastantes. Reconhecer e admitir para mim mesmo que não estou bem vem sendo um processo muito difícil, e optar por tirar um tempo para me cuidar foi talvez a decisão mais difícil que já tomei em toda a minha vida. Me questionei muito nos últimos tempos se deveria tornar isso público ou manter de forma privada, mas é justo que todos vocês que sempre torceram por mim saibam do momento que estou enfrentando”, contou.