famosos   / Falou tudo!

Tiago Abravanel rebate discurso homofóbico da tia, Patrícia Abravanel: ''Precisa respeitar quem eu sou''

Apresentadora polemizou ao falar sobre o grupo LGBTQIA+

Da Redação Publicado quarta 2 junho, 2021

Apresentadora polemizou ao falar sobre o grupo LGBTQIA+
Tiago Abravanel rebate discurso homofóbico - Instagram/@tiagoabravanel

Patrícia Abravanel foi parar nos assuntos mais comentados do momento, na última terça-feira (1°), após discursar sobre os LGBTQIA+ em seu programa, o ‘Vem Pra Cá’, do SBT.

Na ocasião, em que comentou sobre a polêmica envolvendo Caio Castro e Rafa Kalimann, a apresentadora afirmou que as pessoas “mais conservadoras” estão abrindo a mente para entender melhor a causa homoafetiva e, por este motivo, a comunidade deveria ser mais compreensiva e respeitosa.

Diante do ocorrido e das inúmeras críticas,Tiago Abravanel foi às redes sociais rebater a fala da tia e aproveitou para mandar um recado à ela. “Vamos falar sobre um assunto delicado. Hoje, Patrícia Abravanel, minha tia, fez um comentário no programa que me pegou de um jeito que não ficou legal”, começou falando. 

O artista, que já se assumiu gay publicamente, pontuou que a comunidade LGBTQIA+ precisa ser respeitada: “Preciso tentar falar para você, tia, o como eu me senti assistindo, tá? Eu penso que, em primeiro lugar, orientação sexual não é uma questão de opinião. É uma questão de respeito. Você não precisa ser como eu, mas precisa respeitar quem eu sou e ponto final”.

“Opinar, você opina se uma roupa é bonita ou feia para você. Se você quer café ou chá ou se você gosta de doce ou salgado”, acrescentou. 

Abravanel ainda fez questão de ressaltar que “a orientação de uma pessoa não é da opinião de ninguém, a não ser da pessoa que escolheu ser aquilo que ela é”. Na sequência, discursou sobre o ódio e preconceito que homossexuais enfrentam diariamente: “Não é uma questão de ser radical. As pessoas sofrem com isso. As pessoas morrem por isso”.

Sobre a pauta “orientação sexual”, o ator foi certeiro em pontuar que essa está longe de ser uma questão de escolha. “Ela nasceu assim, então, não é uma questão de opinião. Ponto. Quando se opina em relação a isso, esse é um ato homofóbico”, concluiu.

Confira o vídeo:

 

 

 

Último acesso: 15 Sep 2021 - 03:36:14 (1145800).