AnaMaria
Busca
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaYoutube AnaMariaTiktok AnaMariaSpotify AnaMaria
Famosos / EITA!

Yasmin Brunet é acusada de tráfico humano por sisters

Influenciadora Yasmin Brunet envolvida em polêmica e confronto de versões no BBB 24

Yasmin Brunet envolvida em polêmica - Reprodução
Yasmin Brunet envolvida em polêmica - Reprodução

Yasmin Brunet, indicada ao Paredão no BBB 24, viu seu nome surgir em uma intensa discussão entre as sisters Fernanda e Giovanna Pitel, na manhã desta quarta-feira (10). O caso polêmico que envolve a modelo foi tema da conversa entre as participantes, que relembraram a repercussão negativa nas redes sociais.

Nunca vi elogios nas minhas redes sociais sobre a Yasmin. Só vi críticas pesadas, mesmo”, iniciou Fernanda ao comentar sobre a popularidade da modelo antes do confinamento.

Pitel acrescentou um contexto sobre as acusações: “Houve até quem a acusasse de traficar mulheres. Diziam que ela estava envolvida em um esquema internacional de tráfico. A mulher que alegava ter sido sequestrada tinha um ódio real por Yasmin e a acusava de ser traficante de mulheres.

Fernanda explicou seu motivo para indicar Yasmin ao Paredão, baseando-se nas críticas que já via anteriormente: “Pensei em colocar alguém com muito hate, porque isso pode favorecer. Acho que tenho menos haters agora, mas ela já tinha muita gente contra há muito tempo”, ponderou a participante.

CASO DE ACUSAÇÕES E DESABAFO DE YASMIN BRUNET

Em um episódio anterior, Yasmin Brunet havia registrado queixa por calúnia, difamação e ameaça na Delegacia de Crimes Cibernéticos, após ser associada a um suposto envolvimento em tráfico humano e sequestro. A modelo compartilhou sua experiência em entrevista à revista Quem.

Foi a primeira vez que fiz isso. Normalmente, deixo para lá, mas isso era sério. Comecei a receber ameaças de morte. Tudo tomou uma proporção maior do que eu pensava”, desabafou a ex-esposa de Gabriel Medina.

Yasmin Brunet reforçou: “Fui caluniada, acusada de um crime grave. Tentei ajudar e me envolveram numa confusão que não dá para acreditar”. O caso gerou preocupação e reflexão sobre a disseminação de informações falsas nas redes sociais.