AnaMaria
Facebook AnaMariaTwitter AnaMariaInstagram AnaMariaSpotify AnaMaria
Notícias / LGBT / Diversidade

Mauricio de Souza planeja criar primeiro personagem gay da Turma da Mônica

Mauricio de Souza acredita que diversidade é algo positivo em suas histórias

Da Redação Publicado em 28/07/2022, às 12h01

Mauricio de Souza criou e eternizou a Turma da Mônica como um universo atual e diverso - Instagram/@mauricioaraujosouza
Mauricio de Souza criou e eternizou a Turma da Mônica como um universo atual e diverso - Instagram/@mauricioaraujosouza

Mauricio de Souza, criador do universo da ‘Turma da Mônica’, recentemente deu uma entrevista para a Folha de S. Paulo, em que revelou planos para a criação do primeiro personagem homossexual da turminha. 

"A homossexualidade é um tema que a gente está discutindo faz tempo e aguardando o que vai acontecer socialmente para que possamos ter personagens gays. Está chegando o momento", disse o cartunista.

Os quadrinhos de Mauricio, que já se tornaram desenho animado, longa-metragem, mangá e até parque de diversão, existem desde o final da década de 60. Para o desenvolvedor deste mundo, o segredo para tanto tempo está na identificação que cada geração de crianças brasileiras sente ao ler as histórias. 

"Eu não inventei nada. Tudo estava ao lado, eu só copiei", contou ele, que apenas busca retratar a realidade ao redor nos gibis.

Assim, quando a sociedade traz pautas e diferentes comunidades passam a compor a realidade, Mauricio coloca estes novos personagens no papel. Hoje, a Turma da Mônica é bem conhecida pela diversidade e representatividade étnica e anti-capacitista. 

Jeremias foi o primeiro personagem negro e Milena a primeira menina negra, criada em 2017. Além deles, Luca, um garoto cadeirante, Dorinha, portadora de deficiência visual, Humberto, um menino mudo, e Tati, portadora de Síndrome de Down, são as crianças PCDs mais conhecidas das histórias.

UM PERSONAGEM LGBT+

Infelizmente as barreiras de gênero ainda falavam mais alto e, em 2009, quando rumores de que um dos amigos da personagem Tina seria homossexual, Mauricio entendeu que ainda era cedo para abordar este assunto. 

Apenas no fim de 2021, em um entrevista para a BBC News Brasil, Mauricio de Souza voltou a tocar no assunto de um possível personagem gay à caminho. "Estamos discutindo com os roteiristas, com o pessoal próximo da gente para que haja um personagem positivo. Em todos os sentidos”, finalizou.