moda   / Visual

Nada de usar só o que serve: saiba como escolher as peças certas na hora das compras

Veja como escolher as peças certas na hora das compras

Tainá Goulart Publicado sábado 23 novembro, 2019

Veja como escolher as peças certas na hora das compras
Débora Fernandes é modelo plus size e defende: todas as mulheres, independentemente da silhueta, têm o direito de poder escolher o que vestir - Lukas San

A trajetória de mais de dez anos da modelo e influenciadora digital Débora Fernandes passou por altos, médios e baixos, especialmente quando se trata da paixão pela moda plus size, sua atual fonte de renda. 

O principal motivo dessa montanha-russa profissional: faz pouco tempo que pessoas fora do padrão possuem peças com informação fashion de qualidade disponíveis nas lojas.

“Em uma década de carreira, vejo uma mudança grande nesse mercado. Sim, foi de forma lenta, mas não podemos deixar de comemorar a mudança de comportamento da mulher, que está mais aberta para consumir moda, mais conectada, moderna e exigente”, revela ela. 

ROUPAS QUE VALORIZAM AS CURVAS 
A atuação intensa nas redes sociais, aliás, é uma de suas ‘bandeiras’ de amor-próprio e autocuidado. Em sua conta no Instagram @deborafernandesplus, com 115 mil seguidores, ela compartilha conhecimento. 

“As redes ajudaram muito nesse crescimento do plus size, pois as mulheres se sentem acolhidas por um mercado que nunca tinha olhado para elas antes. Surgiram muitas marcas para atender essa nova consumidora, que é jovem, empoderada e quer valorizar suas curvas sem se preocupar com as regras impostas”, avalia. 

E, para quem pensa que postar looks e/ ou fotografar campanhas de moda seja algo fútil ou sem importância, a influencer pondera: “Por trás de um look do dia tem muito mais do que moda. Tem representatividade, confiança e autoestima. Recebo mensagem todos os dias das minhas seguidoras, que comentam sobre como a moda plus size tem impactado a vida delas”, conta.

ESTILOS DIFERENTES 
No Instagram, as seguidoras participam do dia a dia de Débora e acompanham o seu trabalho. Para a influenciadora, é incrível ver que a relação que cultiva com o próprio corpo e com a moda inspira outras mulheres. 

“O termo plus size é para segmentar o mercado fashion, não existe conotação negativa. E, mesmo com tantos avanços, precisamos profissionalizar mais esse universo, a produção”, confronta. 

E ela continua: “Antes, a moda para esse segmento era feita para um único perfil de público e, agora, nós temos diferentes estilos. A mulher já se conhece mais e sabe o que quer usar ou não. Então, é importante para as marcas conhecerem seu estilo, investirem em pesquisa de tendência, de consumo e, principalmente, conversarem com seu público por meio das redes sociais. Trabalhar com moda plus size é muito mais do que falar de moda, é dar acesso à mulher que só usava o que servia”. 

NADA DE COMPARAÇÃO 
Um mantra para Débora? Se olhar mais no espelho com carinho e valorizar a história que está naquela imagem. Com isso, o tal do amor-próprio reconhece que o seu valor e beleza estão além da estética. 

“Não se compare com outras pessoas, cada uma tem sua particularidade, seu tempo. Olhe para você e se ame o suficiente para se blindar dos olhares alheios. Não é uma tarefa fácil, é um exercício diário de se respeitar mais, realizar mais coisas que te fazem bem e reconhecer que você pode ser e usar o que realmente quiser”, finaliza Débora.

Último acesso: 05 Dec 2021 - 18:41:31 (1088307).