AnaMaria
Novelas / TV

'Além da Ilusão': Isadora quer saber quem é o grande amor do passado de Davi/Rafael

Isadora faz pergunta sobre o amor do passado de Rafael/Davi em 'Além da Ilusão'

Da Redação Publicado em 18/04/2022, às 09h30

Isadora quer saber quem é o amor do passado de Rafael/Davi em 'Além da Ilusão'. - TV Globo
Isadora quer saber quem é o amor do passado de Rafael/Davi em 'Além da Ilusão'. - TV Globo

Isadora (Larissa Manoela) está com a pulga atrás da orelha desde que Davi/Rafael (Rafael Vitti) comentou sobre seu amor do passado no jantar oferecido a Romana (Andrea Dantas). Cismada, ela quer saber quem é essa mulher, sem lembrar que se trata de Elisa (Larissa Manoela), sua irmã morta.

E Davi será colocado contra a parede no capítulo desta segunda-feira (18), de "Além da Ilusão". Isso porque, no dia seguinte ao jantar, Isadora vai até a sala de Davi/Rafael na tecelagem e, curiosa, vai querer saber.

"Me conta, Rafael... Quem era a tal moça por quem se apaixonou antes de me conhecer?" Atendo, o mágico dirá que não é ninguém e que ela não precisa se preocupar. Isadora, porém, não vai se dar por satisfeita. "Então, por que não quer falar sobre ela?", perguntará.

GRANDE TRAGÉDIA

Davi (Rafael Vitti) foi acusado injustamente por Matias (Antonio Calloni) de ter matado Elisa (Larissa Manoela), seu grande amor. O mágico, no entanto, não perdeu as esperanças de provar sua inocência e apontar o verdadeiro culpado da tragédia: o próprio pai da mocinha.

Com o objetivo de esclarecer os fatos, o advogado do jovem, Artur (Patrick Sampaio), fez algumas perguntas para Davi, que contou como tudo aconteceu durante seu julgamento.

"O Doutor Matias, pai da Elisa, foi quem atirou e por engano acertou a filha. Está jogando a culpa para cima de mim para se livrar da prisão. Porque me odeia, porque a filha dele me amava e íamos ficar juntos", afirmou.

"Onde o senhor estava no momento em que foi cometida a infração?", perguntou Artur.

"Ao lado da Elisa, perto da porta, estávamos de saída. Ela tinha decidido ir embora comigo. O pai dela não aceitou nossa partida e atirou", dirá Davi.

Revoltado, Matias não ficou calado diante da acusação: "É um mentiroso descarado!" Neste momento, o juiz tentou manter a ordem no local. Artur, por sua vez, deu sequência as perguntas. "Tem algo mais a alegar em sua legítima defesa, Davi?".

"Sim. Doutor Matias alega que peguei sua arma, mas eu nunca encostei o dedo nela. Um primeiro laudo confirmou que não havia digitais minhas na arma. Tanto que fui liberado pelo delegado. Logo depois, no mesmo dia mais tarde, surgiu esse segundo laudo, e o primeiro sumiu. Acuso o doutor Matias Tapajós de estar tramando para a minha condenação! Ele sim é um criminoso!", garantiu, sem medo, deixando o pai de Elisa com muita raiva.