AnaMaria

‘Éramos Seis’: Justina revela segredo da morte do pai e Emília se enfurece

Emília se revolta por Justina revelar detalhe de assassinato em ‘Éramos Seis’

Da Redação Publicado em 31/01/2020, às 12h29 - Atualizado às 12h30

Justina (Julia Stockler) e Emília (Susana Vieira) em 'Éramos Seis' - Globo/ Raquel Cunha
Justina (Julia Stockler) e Emília (Susana Vieira) em 'Éramos Seis' - Globo/ Raquel Cunha

Nos próximos capítulos de ‘Éramos Seis’, Emília (Susana Vieira) ficará irritada com uma revelação de Justina (Julia Stockler) sobre a morte de seu marido. Tudo começará quando a jovem saber dos tiros que houveram em uma manifestação, onde seu primo Carlos (Danilo Mesquita) morrerá.

A tia rica de Lola (Gloria Pires) se oferecerá para arcar com as despesas do velório, assim como fez com Júlio (Antonio Calloni). Depois da tragédia, Adelaide (Joana de Verona) ficará revoltada com a irrelevância das autoridades em relação à morte do estudante de medicina.

“O pior é saber que este crime pode não ser solucionado, as autoridades não estão interessadas em que fez esta barbaridade. Tentei falar com o delegado Gusmões (Stepan Nercessian), disse que vi de onde partiram os tiros”, dirá a revolucionária.

LEMBRANÇA

Ao ouvir a irmã, Justina se lembrará do passado: “Não gosto de tiros, machucam. Machucaram o nosso pai. Fica com sangue, muito sangue. Tenho medo de tiro que machuca, que machucou meu pai”.

"Quê? Do que ela está falando? Do nosso pai? Eu nem lembro dele, era tão pequena. Você lembra?", observará Adelaide, surpresa. Rapidamente, Emília afastará a caçula e a dopará com remédios.

“Não assuste a sua irmã. Ela também tem seus medos, não fale mais de tiros, nem de seu pai. Senão, Adelaide pode ficar triste e zangada conosco. Tão zangada que pode ir embora", ameaçará a megera, erguendo um frasco de remédios.

"Agiu mal, então se acalme. Nunca foi normal, Justina. Não é culpa sua se é assim. Mas sou sua mãe e estou aqui para ajudar você. Me deixe ajudar", completará Emília.