AnaMaria

Ex de Dinho, Valéria Zoppello se declara 26 anos após morte dos Mamonas Assassinas: ''Amor eterno''

Valéria Zoppello namorava Dinho quando o vocalista morreu em um acidente com a banda

Da Redação Publicado em 02/03/2022, às 13h55

Valéria e Dinho namoravam quando os Mamonas Assassinas morreram - Reprodução/TV Globo
Valéria e Dinho namoravam quando os Mamonas Assassinas morreram - Reprodução/TV Globo

Valéria Zoppello emocionou os seguidores, nesta quarta-feira (26), ao relembrar os 26 anos do trágico acidente aéreo que tirou a vida de seu namorado, Dinho, e dos outros integrantes dos Mamonas Assassinas:Sérgio Reoli, Samuel Reoli, Bento Hinoto e Júlio Rasec

Em seu perfil no Instagram, a fotógrafa dividiu uma série de registros especiais, que contam um pouco da sua belíssima história ao lado do vocalista. Passando por bastidores de shows e momentos íntimos, as imagens encantaram os público. 

Na legenda, Valéria declarou todo seu amor a Dinho: "Vinte seis anos de saudades. Amor eterno. Luz e amor".

Em pouco tempo, o espaço reservado aos comentários ficou repleto de mensagens carinhosas à eterna 'Pitchula'. "O que conforta é saber que vocês se encontrarão em outra vida! Pra sempre Mamonas!", escreveu um. "Ele tem muito orgulho de você", afirmou outro. "Casal lindo. Dá pra ver o amor de um pelo outro. Eternos em nossa memória", completou um terceiro. 

Veja:

Nas redes sociais, internautas prestaram diversas homenagens ao grupo que foi fenômeno em todo o Brasil na década de 90. "26 anos sem músicas novas, sem piadas, sem rascunhos de músicas. 26 anos sem os meninos de Guarulhos", lamentou um.

"A saudade é diária, nem acredito que já são 26 anos. Amo vocês do tamanho da distância da terra até netuno. Pra sempre Mamonas Assassinas", disse outro. "Os Mamonas Assassinas não desapareceram no dia dois de março de 1996, eles continuam vivos e espalhando alegria no coração de todos os fãs”, declarou mais um.