programacao-da-tv   / Desigualdade de gênero

Patrícia Poeta relembra episódio de assédio na adolescência: ''Tenho trauma’’

Apresentadora falou sobre situação ao entrevistar moça que sofreu tentativa de estupro no Rio Grande do Sul

Da Redação Publicado quarta 13 outubro, 2021

Apresentadora falou sobre situação ao entrevistar moça que sofreu tentativa de estupro no Rio Grande do Sul
Patrícia Poeta fez desabafo durante apresentação do 'Encontro' - TV Globo

Patrícia Poeta revelou um episódio traumático durante a apresentação do ‘Encontro’ desta quarta-feira (13). Ao conversar com uma das entrevistas do programa, a apresentadora recordou que sofreu assédio sexual na adolescência.

O relato aconteceu durante uma entrevista com Eduarda, de 20 anos, natural do município de Canoas, no Rio Grande do Sul. A menina sofreu uma tentativa de estupro ao pegar uma carona em um carro de aplicativo. O motorista fez com que ela cheirasse um pano com uma substância que a deixou entorpecida. Mesmo com a visão turva, Eduarda conseguiu abrir a porta e se jogar do carro em movimento.

Foi então que Patrícia decidiu compartilhar sua experiência. "Me coloco no lugar dela, porque, quando era adolescente, também fui vítima de uma tentativa dessa. Lembro até hoje, tenho trauma disso até hoje, porque não consegui sequer falar para pedir ajuda", detalhou.

Vale ressaltar que, infelizmente, o assédio sexual é comum no Brasil. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Patrícia Galvão e Instituto Locomotiva, com o apoio da Uber, mostrou que 97% das mulheres dizem já ter sido vítimas de assédio em meios de transporte. Outro estudo, feito pela organização internacional de combate à pobreza ActionAid, destacou que 86% das mulheres brasileiras ouvidas sofreram assédio em público em suas cidades.

Em relação às formas de assédio sofridas em público pelas brasileiras, o assobio é o mais comum (77%), seguido por olhares insistentes (74%), comentários de cunho sexual (57%) e xingamentos (39%). Metade das mulheres entrevistadas no Brasil disse que já foi seguida nas ruas, 44% tiveram seus corpos tocados, 37% disseram que homens se exibiram para elas e 8% foram estupradas em espaços públicos.
 

Último acesso: 20 Oct 2021 - 10:30:18 (1151053).